Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

06/05/2009 14:27

Cassilândia: Reitor da UEMS é sabatinado na Câmara

Guilherme Colagiovanni Girotto
Câmara Municipal completamente lotada para ouvir as considerações do reitor da UEMS Gilberto ArrudaCâmara Municipal completamente lotada para ouvir as considerações do reitor da UEMS Gilberto Arruda

O reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, professor Gilberto Arruda, esteve na manhã de hoje em Cassilândia, para conversar com acadêmicos, políticos, sociedade civil organizada e a população em geral, a respeito dos "boatos" de que o curso de matemática da unidade seria extinto ou transferido para Campo Grande, bem como o curso de letras deixaria o campus do município e transferido para Paranaíba.

Após as considerações da classe política presente ao encontro, que ocorreu na Câmara Municipal, o reitor fez uso da tribuna, sendo por diversas vezes aparteado pelo público presente, que lotou as dependências do legislativo municipal. Até o poder Judiciário, preocupado com a situação, manifestou-se solidário pela manutenção dos cursos de letras e matemática na cidade, sendo representado pelo juiz de direito da Comarca e diretor do Fórum, Dr. Sílvio C. Prado.

Em sua fala, o professor Gilberto não confirmou a extinção ou transferência de cursos de qualquer campus da UEMS. Entretanto, disse que há na pauta da reunião do conselho - segundo o reitor, o único órgão que pode definir se um curso será criado, extinto ou transferido - ainda não marcada, de uma polarização da UEMS, com vistas a trazer cursos correlatos em cada unidade, deixando de misturar ciências humanas e agrárias.

Essa divisão da UEMS, que poderá ser aprovada na próxima reunião do Conselho, que é formado por 47 membros sendo apenas 03 de Cassilândia, acaso aprovada, decretaria a extinção do curso de matemática e a transferência de letras para Paranaíba.

O que soa contraditório entre a fala do reitor e os argumentos levantados pelos professores da UEMS também presentes a reunião, é que a pauta da reunião do Conselho, que é presidida pelo reitor, é organizada pelo departamento a ele subordinado, o que leva a conclusão de haver interesse por parte da reitoria na extinção do curso e não dos professores que trabalham em Cassilândia para mudarem de cidade.

Tal fato, inclusive, foi questionado por uma professora da UEMS que, ao se dirigir ao reitor, solicitou que o mesmo, como representante da classe dos professores, esclarecesse toda a comunidade que os professores da unidade jamais solicitaram qualquer transferência ou extinção de curso a fim de transferirem de cidade, uma vez que as determinações, quando ocorrem, são "de cima para baixo", o que tem deixado os profissionais que aqui trabalham mal vistos pela sociedade.

Em mais de uma hora de explanação pelo reitor Gilberto, infelizmente, o resultado do encontro foi negativo, uma vez que somente trouxe preocupação quanto ao futuro dos cursos de matemática e letras, já que o reitor não confirmou a continuação dos cursos na cidade, apesar de não ter negado.

O fato é que, a título de exemplo, não há qualquer comentário a respeito de extinção de cursos em Paranaíba, Aquidauana ou qualquer outra unidade e, coincidentemente, também não está incluída na pauta da reunião do Conselho essas unidades. Estranha e triste coincidência!

A pergunta que não quer calar: será que alguma vez o Conselho deixou de aprovar a pauta apresentada na reunião pela reitoria? Acaso negativo a resposta, Cassilândia, na UTI, ainda luta para conseguir fazer história nesta próxima reunião.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)