Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/05/2011 15:54

Cassilândia: Projeto TeleSaúde entrega kits de informática

Waldemar Hozano , noticias ms

Campo Grande (MS) – A entrega de kits de equipamentos de informática do Projeto TeleSaúde em Mato Grosso do Sul ocorrerá no período de 1º a 20 de junho. Nessa primeira etapa serão atendidos 38 municípios. Cada kit compreende um microcomputador com monitor, web cam, maquina fotográfica e um carregador de pilhas.

O Telesaúde tem como objetivo capacitar por meio de vídeoconferências os profissionais da área da saúde como médicos, enfermeiros, dentistas e agentes de saúde que integram as equipes do projeto Saúde da Família.

“Pelo que observamos dos trabalhos realizados nos outros Estados, o projeto melhora a qualidade do serviço da saúde, por proporcionar a qualificação dos profissionais”, afirma a coordenadora do TeleSaúde no Estado, Valéria Ferracini Monreal.

Equipamentos

Os equipamentos se encontram no almoxarifado da Secretaria de Saúde do Estado no bairro Coronel Antonino, em Campo Grande. Para a sua retirada é necessário que os prefeitos tenham assinado um Termo de Cessão de Uso. Os aparelhos serão retirados pelos prefeitos ou pessoa autorizada por ele, conforme cronograma estabelecido.

Todos os 78 municípios do Estado irão receber os kits. Porém nesse primeiro momento serão atendidos os municípios de Alcinópolis; Amambaí; Anaurilândia; Aral Moreira; Angélica; Antônio João; Aparecida do Taboado; Bataguassu; Batayporã; Bela Vista; Bonito; Brasilândia; Caracol; Cassilândia; Chapadão do Sul; Coronel Sapucaia; Corumbá; Costa Rica; Eldorado; Iguatemi; Inocência; Itaquiraí; Ivinhema; Japorã; Juti; Ladário; Laguna Caarapã; Navirai; Novo Horizonte do Sul; Ponta Porã; Paranhos; Porto Murtinho; Selvíria; Sete Quedas; Sonora; Tacuru; Taquarussu e Três Lagoas.

Já na segunda etapa de entrega, prevista para o primeiro semestre de 2012, serão atendidos outras dez cidades sul-mato-grossenses. A entrega respeitará um cronograma no qual permite a liberação de três kits por dia.

TeleSaúde

Em Mato Grosso do Sul, a estruturação do programa teve início em agosto de 2009 e agora será implantado nos primeiros 38 municípios. No mês de fevereiro deste ano foi realizado a primeira oficina do TeleSaúde no Estado. O projeto funcionará da seguinte forma: um Núcleo do Programa TeleSaúde funcionará em Campo Grande, conectado por meio de um programa de computação (software) com os pólos implantados nos demais municípios do Estado.

Por meio dessa conexão de rede, às equipes de saúde da família que trabalham no interior do Estado terão acesso a orientações profissionais especializadas que compõem a equipe do Núcleo, instalado em Campo Grande. De acordo com Valéria Monreal, isso vai possibilitar a solução dos problemas hospitalares, sem a necessidade de deslocamento para tratamento fora de domicílio. Para ela o projeto é sinônimo de ‘economia’, pois vai agilizar a tomada de decisão por meio da integração dos pontos de saúde da família, com as universidades e hospitais universitários de referência.

Ao todo são dez profissionais que irão formar a equipe do Núcleo de Campo Grande, sendo dois médicos especializados em Pediatria e um profissional para cada uma das áreas de: Ginecologia; Obstetricia; Pneumologia; Cardiologia; Neurologia; Endocrinologia; Psiquiatria. Cirurgia Vascular e Geral.

O programa é um projeto do Ministério da Saúde. No Estado o TeleSaúde conta a parceria da Secretaria de Estado de Saúde; Hospital Regional; a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e a Escola de Saúde Pública. Além do apoio dos centros universitários Ananhanguera Uniderp; Unigran; Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)