Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

05/07/2007 11:06

Cassilândia: os depoimentos que afastaram os vereadores

O ex-secretário de Finanças da Prefeitura, Valdimiro José Cotrin Moreira, fez três depoimentos acusando vereadores de recebimento de "mensalinho", ou seja, mil reais por mês, durante um certo período. O primeiro foi na delegacia de Polícia, o segundo quando da oitiva em juízo e o terceiro na Comissão Processante da Câmara. Serviram de provas para o pedido de afastamento dos seis vereadores, ontem, pelo Ministério Público.

Veja o que foi publicado pelo Cassilândianews, no dia 4 de junho, quando foi ouvido pelo juiz de Direito, dr. Silvio C.Prado:

"A acusação de Valdir Moreira foi feita na tarde desta segunda-feira (4 de junho), durante depoimento ao juiz Sílvio Prado, no Fórum de Cassilândia.Conforme o ex-secretário, também receberiam uma “mesada” de R$ 6 mil mensais os vereadores Romão Maiorchini (que responde interinamente pela Mesa Diretora da Casa de Leis), Juscelino Araújo, Ozélio Silva, Paulo Dalastra e Silvonei Veron. Além disso, a Câmara receberia R$ 20 mil por cada sessão extraordinária realizada – valor que, conforme Moreira, seria partilhado entre os nove parlamentares municipais. Os pagamentos seriam efetuados aos vereadores pelo ex-vereador e secretário de Turismo da cidade, Adenilson Camargo."

Também sobre o assunto, Valdimiro Cotrin Moreira disse em seu depoimento à Comissão Processante da Câmara, dia 21 de junho:

. Que pediu notas frias ao Supermercado Nevoeiro, para cobrir pagamentos aos vereadores, mil reais, cada um, por mês. O dinheiro era repassado para os vereadores: Paulo Dalastra, Silvoney, Ozélio, Celino, Baltazar e Romão. Que os repasses foram feitos entre meados de 2005 a setembro ou outubro de 2006. Quem levava o dinheiro era o secretário de Turismo, Adenilson Pereira de Camargo. Informou que Adenilson, Luceni e Orange têm conhecimento do fato.

. Que pedia notas frias para o Supermercado Três Irmãos para repassar R$ 20 mil, por semestre, à Câmara, das reuniões extraordinárias. Ele ou a Luceni é quem faziam o repasse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Sexta, 18 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)