Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/08/2012 22:59

Cassilândia: justiça defere candidatura de Aparecida Ponciano

SENTENÇA Registro n. 108/2008



Registro de Candidatura n. 101-69.2012.6.12.0003
Requerente: APARECIDA PONCIANO



Trata-se de pedido de registro de candidatura de APARECIDA PONCIANO, ao cargo de Vereadora no Município de Cassilândia.

Publicado o edital, o Ministério Público Eleitoral impugnou o pedido de registro, sob o argumento da falta de escolaridade da requerente, entendendo que o histórico escolar trazido aos autos não serve como comprovante de escolaridade (fls. 15-16).

Em contestação (fls. 19-21), a requerente alegou ser alfabetizada para os fins do inciso IV, do art. 27, da Res. TSE 23.373/2011, oportunidade em que apresentou declaração de próprio punho (f. 22).

Após, em parecer de f. 25, o MPE insistiu em não considerar a escolaridade da candidata, reiterando os termos da impugnação.

Após, vieram-me os autos conclusos.

É o relatório.

Decido.

Primeiramente, considerando que a matéria discutida é eminentemente de direito e as provas produzidas são suficientes ao deslinde da questão, passo ao julgamento imediato do feito, nos termos do artigo 330, inciso I, do Código de Processo Civil, aplicável à espécie.

A impugnação interposta pelo Ministério Público Eleitoral versa acerca da não comprovação de escolaridade da candidata, para os fins do inciso IV, do art. 27, da Res. TSE 23.373/2011.

Consta dos autos que a requerente é servidora pública municipal (f. 02 e 06). Consta ainda que apresentou histórico escolar (f. 09), referente ao ensino fundamental. Outrossim, a candidata apresentou declaração de próprio punho à f. 22, de forma legível.

Ademais, é da jurisprudência do TSE que, como prova de alfabetização basta o fato de o candidato conseguir ler e escrever o suficiente para externar seus pensamentos (art. 14, § 4.º, da Constituição Federal). A propósito, na trilha de julgamento do Tribunal Superior Eleitoral, alfabetizado é quem sabe, ao menos, ler e escrever, ainda que de forma incorreta e sofrível, bem como, quem tenha aptidão para a leitura e para a escrita.

Conforme leciona PEDRO ROBERTO DECOMAIN, temos que “por analfabetos devem ser havidos aqueles que nada sabem ler, nem escrever. Os que, todavia, possuírem condições de escrita e leitura, ainda que rudimentares, devem ser considerados alfabetizados, para o fim de lhes ser permitida a candidatura a mandato eletivo” (in Elegibilidade & Inelegibilidades, Florianópolis: Obra Jurídica, 2000, p. 33). Ou seja, para a letra do art. art. 14, § 4.º, da Constituição Federal, considera-se inelegível apenas o totalmente analfabeto o que a candidata demonstrou não ser.

Nesse sentido é a lição de ADRIANO SOARES DA COSTA para quem “o grau de alfabetização exigido é mínimo, apenas o necessário para que se afaste a hipótese de analfabetismo total, porquanto é inelegível o analfabeto, não o semi-analfabeto” (in Instituições de Direito Eleitoral, Ed. Del Rey, 2002, p. 169/170).

Sendo assim, preenchidas todas as condições legais, DEFIRO o pedido de registro de candidatura de APARECIDA PONCIANO, para concorrer ao cargo de Vereadora, com o número 15444, com a seguinte opção de nome: APARECIDA PONCIANO.

Publique-se. Registre-se. Intime-se.

Cassilândia, 2 de agosto de 2012.



Luciane Buriasco Isquerdo
Juíza Eleitoral

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)