Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Março de 2017

Últimas Notícias

18/10/2011 16:26

Cassilândia: juíza diz que dívida pode ter motivado crime contra comandante

Bruna Girotto

A juíza Luciane Buriasco Isquerdo, em entrevista ao programa Rotativa no Ar da Rádio Patriarca concedida nesta terça-feira (18), disse ser competente para julgar o crime de homicídio contra o tenente Eufrásio, ocorrido no final de semana em Cassilândia (MS).

Ela explicou que foram realizados dois flagrantes, sendo um civil e o outro militar e que continuarão os dois inquéritos. "Agora vamos ver se a Justiça Militar se julga competente ou não. Eu já decidi que sou competente no processo. Entendo ser da comptência da Vara do Júri de Cassilandia por ser crime comum", disse.
 
A magistrada explicou que, caso o juiz militar também se ache competente, a decisão passa para o Tribunal de Justiça.

Luciane explicou ser compente pois, embora seja dito que foi um crime de militar contra militar, há entendimento pacifico do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de que é necessário analisar o caso concreto. "Neste caso, embora os dois sejam militares, o crime não foi praticado dentro de uma operação. A pessoa que está imputada como autor do fato que é  o Adriano Paulo, não estava na condição de militar. Não é o fato de ele estar ou não à paisana. O fato é que ele estava ali sendo atendido em um caso de violência doméstica, na casa dele, portanto não está na condição de policial militar", relatou.

Ela acrescentou um fato novo, explicando o real motivo pela morte e o porquê do tenente não estar na condição de policial militar: "Em relação ao tenente Eufrásio, existe uma discussão sobre dívida que poderia ser o motivo do crime. É dívida pessoal. Também não está de novo na condição de policial militar."

Luciane continuou explicando: "O tenente Eufrásio, ao ter ido na casa [de Paulão] para apaziguar a questão de violência doméstica, estaria na condição de comandante, embora à paisana e sem arma. Em relação a divida, isto é, na discussão entre eles por causa da divida, o tenente estaria na condição de particular."

A juíza entende, pelo o que foi apurado até o momento, que a motivação do crime é de ordem particular e o autor do fato em nenhum momento estaria agindo como policial militar. "Crime militar, de militar contra militar, seria assim: dois militares numa operação, um na condição de comandante e o outro o desobedece, ou coisa assim. Então os dois estariam atuando como militares. Neste caso não. O autor do fato em nenhum momento estava atuando como militar"

Discussão sobre dívida - A juíza Luciane explicou que consta no flagrante que teve uma discussão sobre dívida antes da morte do tenente. "Primeiro foi a questão da violência doméstica que motivou a ida dos policiais lá. Depois teria havido uma discussão entre Adriano Paulo e o Tenente Eufrásio sobre uma divida que existia entre eles. Não se sabe ainda quem era o credor, mas, parece que tinha uma dívida como motivação do crime", finalizou.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Março de 2017
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)