Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

21/01/2010 12:19

Cassilândia: juiz nega liminar do duodécimo

Bruna Girotto

Não entrando no mérito quanto ao duodécimo, o magistrado substituto da 2ª Vara Cível de Cassilândia (MS) Rodrigo Pedrini Marcos negou a concessão de liminar por ausência de urgência. A Câmara Municipal alega no Mandado de Segurança (n. 007.10.000177-3) impetrado em desfavor do Prefeito Municipal que o repasse do duodécimo foi reduzido de 8% para 7%.

O trecho da decisão judicial, que negou a liminar, afirmou: “Ainda que se possa cogitar a presença da plausibilidade do direito invocado, sem entrar nesta seara, o certo é que não se verifica presente a urgência, e, como cediço, estes são os dois requisitos para se falar em liminar”.

E continuou: “Além disso, sobre o que se afirma na inicial, observa-se não haver provas ou elementos de que o duodécimo não está sendo repassado à Câmara Municipal”.

O magistrado ainda asseverou em sua decisão que, mesmo que a decisão venha a ser favorável ao final do mandado de segurança, não haverá prejuízo para a Câmara, pois a decisão irá retroagir: “Deixa-se de conceder a pretendida liminar, pois a questão deve ser melhor examinada e ao final, eventual decisão concessiva da segurança terá efeito ex tunc, e de forma alguma, poderá ser inócua”.

A próxima fase processual é a notificação do Prefeito Municipal para prestar as informações que entender serem necessárias ao processo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)