Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

13/05/2011 08:18

Cassilândia: Encceja será aplicado no presídio

Noticiasms

Campo Grande (MS) – O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para pessoas privadas de liberdade será realizado nesta sexta-feira (13). Este ano, foram inscritos 561 reeducandos do Sistema Penitenciário de Mato Grosso do Sul.

Promovido pelo Ministério da Educação, por meio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Encceja é uma avaliação voluntária e gratuita ofertada às pessoas que não tiveram a oportunidade de concluir os estudos em idade apropriada. O exame pode ser realizado para pleitear certificação em nível de conclusão do Ensino Fundamental.

De acordo com a Divisão de Educação da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), as provas serão aplicadas em vinte unidades penais nas cidades de: Campo Grande; Dourados; Amambai; Aquidauana; Bataguassu; Cassilândia; Corumbá; Jateí; Naviraí; Paranaíba; Ponta Porã; Rio Brilhante e Três Lagoas.

O início das provas será às 7h30 (horário local). No período da manhã, serão realizadas as avaliações de História, Geografia e Ciências Naturais. A partir das 13h30, os internos responderão às questões de Língua Portuguesa, Língua Estrangeira Moderna, Artes, Educação Física, Redação e Matemática. O exame terá duração total de oito horas.

Relatório da Escola Estadual Polo “Profª. Regina Lúcia Anffe Nunes Betine” – responsável pelo ensino nos estabelecimentos prisionais do Estado – aponta que a unidade com o maior número de inscritos é o Instituto Penal de Campo Grande, com 69 participantes, seguido pela Penitenciária “Harry Amorim Costa”, em Dourados, com 67, e pelo Estabelecimento Penal “Jair Ferreira de Carvalho” (o Segurança Máxima da Capital), onde 55 reeducandos se inscreveram.

Educação

A educação prisional é uma das prioridades da Agepen nos projetos de ressocialização, segundo o diretor-presidente da agência, Deusdete Oliveira.

Prova disso, conforme o diretor, é que este ano houve um aumento de 20% no número de internos do regime fechado de Mato Grosso do Sul que passaram a frequentar a sala de aula, se comparado a 2010. O Estado também supera a média nacional de ensino prisional, que é de 10%, registrando um índice de 13,8% de custodiados do regime fechado estudando.

Keila Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)