Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/01/2009 17:37

Cassilândia e mais 57 municípios habilitados pelo MS

Agência Saúde

Cinqüenta e oito novos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) foram habilitados pelo Ministério da Saúde e reforçarão o atendimento em saúde bucal dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). As unidades são responsáveis pelos atendimentos mais complexos, como cirurgia oral menor, periodontia e diagnóstico de câncer bucal, além de outras especialidades a serem definidas localmente. As portarias foram assinadas em novembro de 2008.

O tratamento oferecido nos Centros de Especialidades Odontológicas complementa o trabalho realizado pela rede de atenção básica e pelas equipes de saúde bucal, que já são 17.715 no país. Esses profissionais são responsáveis pelo primeiro atendimento ao paciente e pelo encaminhamento aos CEOS apenas em casos mais complexos. Com o anúncio, o país fechou o ano de 2008 com 674 CEOs em funcionamento.

De acordo com a área de Saúde Bucal do Ministério da Saúde, em novembro, foram implantados 25 CEOs tipo I, 31 CEOs tipo II e 2 CEOs tipo III. Para os CEOs tipo I, com três cadeiras odontológicas, são destinados mensalmente R$ 6,6mil para custeio, além de R$ 40 mil em parcela única, correspondente a custos com reformas, ampliação do espaço físico e aquisição de equipamentos. Para os CEOs tipo II, com quatro ou mais cadeiras, os valores mensais são de R$ 8,8 mil e R$ 50 mil, respectivamente e os CEOs tipo III possuem mínimo de sete cadeiras e recurso de implantação R$ 80 mil reais e R$ 15,4 mil para o custeio.

Criado em 2003 pelo Governo Lula, o programa Brasil Sorridente, responsável pela implantação dos CEOs, entende que saúde bucal é uma questão de cidadania. Um levantamento realizado pelo Ministério da Saúde naquele ano mostrou que 28 milhões de brasileiros nunca tinham ido ao dentista. “Antes disso, diante de qualquer problema nos dentes, a população de baixa renda era obrigada a fazer extração total dos dentes devido ao alto custo dos tratamentos dentários”, lembra o coordenador de saúde bucal, Gilberto Pucca. De quatro anos pra cá, os tratamentos já têm surtido efeito na boca do brasileiro. Desde que o programa foi implantado três milhões de dentes deixaram de ser extraídos.

Um levantamento de 2003 mostrou que a população que chega até os 60 anos sem nenhum dente na boca, chega a 75% e desses 36% não têm próteses. Por isso, o programa também passou a oferecer próteses em 2004. Com esse propósito já foram construídos 360 Laboratórios Regionais de Próteses Dentárias (LRPD). Essas unidades recebem até R$ 16,9 mil por mês para a produção de próteses totais e parciais removíveis. A projeção da produção de peças para 2008 é de 138.202.

Veja quais municípios receberam CEOs:



1. Alcobaça - BA

2. Goiânia – GO - 03 CEOS

3. Cassilândia – MS -

4. Benevides – PA

5. Redenção -PA

6. Pau D’Arco – PA

7. Venturosa – PE

8. São João do Piauí

9. Valença do Piauí

10. Pinhalzinho – SC

11. Manaus – AM

12. Ibirite- MG

13. Cariacu – CE

14. Bonito – MS

15. São Gabriel do Oeste – MS

16. Caçapava - SP

17. Paraguaçu Paullista – SP

18. São Paulo (5 Ceos)

19. Boa Vista do Tupim – BA

20. Santo Antônio de Jesus – BA

21. Além Paraíba – MG

22. Coração de Jesus – MG

23. Santana do Paraíso – MG

24. Timóteo – MG

25. Tailândia – PA

26. Cajazeiras – PB

27. Umuarama – PR

28. Santiago – RS

29. Palhoça – SC

30. Penápolis – SP

31. Serrana – SP

32. Mesquita – RJ

33. Campo grande – AL

34. Igreja Nova – AL

35. Alagoinhas – BA

36. Utinga - BA

37. Granjeiro – CE

38. Paço do Lumiar – MA

39. Castanhal – PA

40. Itaporanga – PB

41. Itaguaí – RJ

42. Itapetininga - SP

43. Tabapu㠖 SP

44. Plácido de Castro – AC

45. Ibotirama – BA

46. Correntina - BA

47. Curupuru – MA

48. Nova Serrana – MG

49. Agrestina – PE

50. Ipojuca – PE

51. Jaboatão dos Guararapes – PE

52. Luís Corrêa – PI

53. Luzilândia – PI

54. Laguna – SC

55. Votorantim – SP

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)