Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/10/2007 12:50

Cassilândia: Dairson cobra instalação de bloco gerador

João PamplonaJoão Pamplona

O vereador Dairson de Castro (PPS), que é médico ortopedista e faz parte do quadro clínico da Santa Casa, cobrou da administração municipal a instalação do bloco gerador naquela unidade de saúde, “não entendemos essa demora, pois sempre o maior problema é o dinheiro, mas já houve um entendimento do executivo com a direção do legislativo para que fosse feita a devolução de uma determinada quantia de dinheiro, quantia essa que seria usada para a construção da estrutura para a instalação desse bloco gerador. É ai que reside nossa preocupação e o fruto da nossa cobrança, pois se o dinheiro está ai é só construir e ter vontade de resolver o problema e evitarmos de termos a interrupção da energia no hospital, quando estivermos fazendo uma operação e colocarmos a vida de um paciente em risco”, detalhou.

Dairson também cobrou do executivo municipal uma ação mais firme para solucionar o impasse da Fecularia Vitória. Segundo o parlamentar o motivo de sua preocupação é pelo fato de ele como produtor rural que acreditou na cultura da mandioca no município ter que vender seu produto para uma empresa de Carneirinho e não conseguir fazer negócio com a empresa local, que segundo ele está instalada em frente sua propriedade, “é uma situação preocupante, pois não observamos por parte da direção da fecularia uma decisão séria no sentido de resolver o problema e temos que vender pra fora a R$ 50,00 livre a tonelada, ou seja em condições muito melhores do que aqui. Portanto vejo, que pelo fato de ter dinheiro público ali e também pelo fato da empresa ter gerado apenas quatro empregos, o investimento não cumpriu sua função e a Prefeitura tem que acionar a justiça e retomar o prédio”, finalizou.

Outra crítica feita pelo parlamentar foi à qualidade da sinalização que foi feita na região central da cidade. Entende o parlamentar que a obra é importante, mas deveria ter sido realizada por profissionais capacitados com a tinta adequada, e no padrão de cores utilizado para trabalhos semelhantes, “observamos que pelo fato de ter sido utilizado um método inadequado no mesmo dia que foi feito o trabalho, o serviço já ficou sujo, enfim não adiantou nada”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)