Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/05/2008 08:13

Cassilandense vai fazer a caminhada Santiago Compostela

O juiz Federal, dr. Adenir Pereira da Silva, vai ser o primeiro cassilandense a fazer a caminhada a Santiago Compostela, na Espanha. Ele embarca hoje para a França. Vai andar à pé 766 quilometros, do sul da França até Compostela, na Espanha. Vai gastar no percurso mais de um mês, andando cerca de 25 quilometros por dia.

Ele vai relatar toda a sua viagem, tanto para a Rádio Patriarca, como para o Cassilândianews. Atualmente, reside em São José do Rio Preto.

Conheça a história da caminhada

Tudo começou com Tiago, irmão de João, um dos doze apóstolos de Cristo, que saiu da Judéia para a Galícia, província romana naquela época. Depois de sete anos pregando o cristianismo, voltou à Judéia ( hoje Palestina ) , onde foi preso e decapitado por ordem do rei Herodes. Dois discípulos, Teodoro e Atanásio, levaram o corpo secretamente de volta à Galícia. Lá, seu corpo foi enterrado em um lugar chamado Libredunnum por volta do ano 44 da era cristã.

No ano 813, um velho ermitão viu luzes que pareciam descer do céu, como estrelas cadentes, sobre um local no campo. O ermitão constatou que no local ficava o túmulo do apóstolo. A notícia se espalhou e, após a construção de uma capela e um monastério próximos ao túmulo, a região se transformou em um dos mais importantes centros de peregrinação da cristandade.

O ponto final do caminho, longo e cheio de perigos, passou a se chamar Santiago do Campus Stellae ou Campo das Estrelas, origem do nome Compostela. Em 1135 surgiu a primeira obra escrita a ser convertida no principal guia para os peregrinos. O texto descrevia em minúcias os trechos do caminho e incluía dicas, como a forma de se vestir para a caminhada: todo peregrino deveria ter uma capa para se proteger do frio e da chuva, um chapéu de abas largas por causa do sol, um cajado – para apoio em subidas e para a defesa contra cães ferozes ou ataque de lobos – e conchas típicas do litoral da Galícia.

Essas conchas eram uma espécie de identificação do peregrino para a garantia de hospedagem pelo caminho. Hoje, ainda são um dos principais símbolos de Santiago de Compostela.(motoviagem.com.br/jp_compostela.htm)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)