Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/09/2012 08:38

Cassilandense é destacada pelo Campo Grande News

Campo Grande NewsCampo Grande News

A cassilandense Renata Christóforo, filha do casal Djalma e Clarice, irmã da colunista Lyane Grace, teve o bar de sua propriedade, em Campo Grande, como destaque do Campo Grande News. Leia a matéria assinada pela jornalista Anny Malagolinni.


Bar da Madah já mudou de direção, de nome, mas não perde a majestade aos sábados

Por Anny Malagolinni


Bar da Madah fica lotado aos sábados, na rua Joaquim Manoel de Carvalho, 101, Vila Carvalho.
Em uma rua estreita da Vila Carvalho, os sábados fervem no Bar da Madah. O nome, que originalmente terminava no último “a”, ganhou um “h” quando mudou de direção, só para incrementar o que sempre foi famoso pela boa música e a feijoada.

Quando Renata Christóforo, 42 anos, comprou o bar, em 2008, os cliente pediram três coisas. A primeira foi para que voltasse a se chamar Mada, porque havia sido batizado de “Antigos”. Em segundo lugar, que a feijoada fosse feita pela mesma cozinheira. Por fim, que o músico oficial da casa, Galvão, continuasse a tocar.

A empresária nem pensou em “desobedecer”. “Só acrescentei o ‘h’ para ficar mais charmoso”, lembra Renata. O nome é uma homenagem à criadora, que conquistou a clientela.

A tradicional feijoada não mudou e para dar conta da demanda são gastos 25 quilos de feijão só aos sábados. Com carnes e temperos, o peso sobe para 70 quilos, quantidade que exige seis pessoas na cozinha.

Servida pontualmente ao meio-dia, o prato principal é só o início da movimentação que continua até às 20h30. Não para antes, porque o microfone fica aberto às boas vozes e a tarde vai passando como se fosse um sarau.



Maria Leda Ferreira Villalba comenta que “não tem mais idade”, mas não para. Sempre muito bem maquiada, com um perfume marcante e roupas originais, ela chega no Madah dançando e se tornou uma das atrações do bar, com direito a cadeira Cativa e o título de “Madrinha da Banda”.

A professora Izilda Godoy é mais tranqüila. Passava em frente, mas esperava surgir um convite para conhecer o bar. Finalmente o dia chegou ao lado da amiga Julia Sosa, aposentada, que frequenta o bar há mais de 10 anos. “A feijoada da Madah pra mim é a melhor de Campo Grande”, garante a cliente fiel.

Já o comerciante Marcelino Gutierrez, nunca se fez de rogado e há 3 anos “bate ponto” na Madah aos sábados, sempre com a esposa. “É um local de ambiente familiar e de diversidade musical, além da feijoada”, justifica.

É um boteco, e a proprietária Renata não tem a menor pretensão de tornar o lugar em “um bar fino”. “Campo Grande é uma cidade carente de locais como este, aqui as pessoas ficam a vontade, é um local alternativo. É uma bagunça organizada”, resume a proprietária.

Para a turma que se diverte sem ver a hora passar, “sábado sem Madah não é sábado”. A pedagoga Lucia Regina Castelo frequenta o local desde a inauguração, há 11 anos. “Esse lugar me remete o Rio de Janeiro por ser um bar de calçada. Eu gosto de ouvir boa música e aqui eu tenho isso”.

Ela conta que em uma das idas ao bar, quebrou o pé dançando. “Fui imediatamente para o Pronto Socorro e depois de ser engessada voltei para o bar”.

Serviço: A Madah funciona na rua Joaquim Manoel de Carvalho, 101, Vila Carvalho. A feijoada individual custa R$ 20,00, para duas pessoas sai por R$ 30 reais e para três custa R$ 40,00.

Sou de Santa Catarina e já estive aí na feijoada da Madah, muito show, retornarei um dia se Deus quizer, e para ouvir o Gavão de novo.
 
Marcio José Espíndola de Oliveira em 12/10/2015 13:48:32
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)