Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/04/2009 20:30

Cassems altera estatuto e "reconhece" união gay

Jefferson da Luz, Campo Grande News

A alteração do estatuto da Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul) que permite a inclusão no seguro saúde de parceiros do mesmo sexo foi aprovada na tarde de hoje, durante assembléia geral da entidade.

Conforme o presidente da Cassems, Lauro Sérgio Davi, o direito de incluir parceiro do mesmo sexo no plano de assistência dos servidores foi colocado em pauta devido ao “grande” número de pedidos e depois de lei aprovada no Legislativo, que permitiu a inclusão.

“Nós vínhamos recebendo solicitações tanto judiciais quanto administrativas, então decidimos colocar em pauta a questão. Não vejo nenhuma polêmica nisso, pois é uma tendência na sociedade”, argumentou Davi.

As alterações no estatuto foram debatidas antes da votação, que teve quatro votos contrários e duas abstenções, o restante, cerca de quinhentas pessoas foram favoráveis as mudanças.

Apesar de ter sido aprovado pela maioria, poucas pessoas se dispuseram a comentar sobre a alteração mais polêmica do estatuto, restringindo-se a dizer: “acho normal”.

O servidor da Secretaria de Saúde, Julio César das Neves, um dos poucos a falar abertamente, defendeu o respeito às diferenças. “Todos têm de ter garantias de acesso a seus direitos. E, se uma pessoa decide se casar com outra do mesmo sexo, temos de respeitas isso. A Cassems não poderia fechar os olhos para a questão”.

Para um servidor poder incluir o cônjuge do mesmo sexo no plano de saúde da Caixa de Assistência ele terá de comprovar a união homoafetiva através de uma certidão civil de União. “Isso já é feito pelos cartórios de Mato Grosso do Sul”, ressalta Davi.

Outros itens - Na assembléia geral de hoje, também foi aprovada a ampliação de membros dos cinco conselhos da Instituição. “Vamos trazer mais categorias para serem representadas. Nós ganhamos com isso, pois vamos ouvir a opinião de um grupo mais amplo de servidores. O que é natural porque crescemos”.

Ainda foi colocada na pauta de votação a extensão do mandato da diretoria por mais um ano, o que elevaria o tempo de permanência nos cargos para quatro anos. Mas proposta foi rejeitada pela assembléia

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)