Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/05/2008 09:19

Casos de dengue no Rio aumentam 214% em 1 ano

Relatório divulgado pelo Ministério da Saúde mostrou que no Rio - Estado do Sudeste com mais vítimas - de 2007 para 2008, o número de notificações de dengue aumentou em 214,8%. Em quatro meses, foram registrados 121.586 infectados pelo Aedes aegypti, 67.566 deles somente na capital, onde também o numero de mortos foi muito expressivo (62 dos 103 contabilizados em todo o território fluminense).

O aumento nos quatro Estados da região representa 114.051 notificações a mais que nos quatro primeiros meses de 2007. Foram 691 casos de dengue hemorrágica, com 46 óbitos. Outros 3.148 vítimas sofreram complicações, o que causou a morte de mais 45 pessoas. Atrás do Rio está o Espírito Santo, com aumento de 186%. Apresentaram redução Minas Gerais (-2,6%) e São Paulo (-96,6%).

Nos casos totais da doença, no entanto, houve uma queda de 10,8% no País. Nos quatro meses deste ano foram 230.829 notificações, 1.069 evoluíram para o quadro hemorrágico, resultando em 77 mortes. O relatório foi divulgado nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde.

Investimentos de R$ 800 mi
Nas outras regiões, aquela que teve maior incidência da dengue foi a Norte, com 49,34%, na frente do Nordeste (30,54%), Sudeste (19,82%). Com redução no Centro-Oeste (-71,72%) e Sul (-72,6%).

"A temperatura ideal para o desenvolvimento dos insetos é entre 26 e 28 graus. Como no Norte a umidade do ar é altíssima (80%), e a temperatura também, as condições de procriação do Aedes são melhores. Já no Sul, uma região mais fria e com baixa umidade, o número de infectados é bem menor. Em comparação com o ano passado, chega a ser decrescente", explicou Ednildo de Alcântara Machado, professor de entomologia médica da UFRJ.

O ministério prestou contas do que foi feito em 2007 para controlar a dengue este ano. Segundo o relatório, o governo federal chegou a repassar cerca de R$ 821,5 milhões para estados e municípios, além de material didático - como cartilhas educativas - e fez um levantamento do índice de infestação em 164 cidades com maior risco de desenvolver a doença para que as ações de combate fossem intensificadas.

JB Online

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)