Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

05/05/2006 14:09

Casos de dengue aumentaram em 65%

Fernanda Mathias / Campo Grande News

A epidemia de dengue, admitida por autoridades sanitárias de Mato Grosso do Sul, tem feito mais casos a cada semana em Mato Grosso do Sul. O levantamento atualizado divulgado hoje aponta 1.733 contra 1.045 no fim da semana passada, ou seja, 65% de crescimento. Uma preocupação a mais é o fato de já terem sido registrados no Estado, em cinco municípios, casos da dengue tipo 3, que ainda não haviam sido registrados.

Entrevistado pelo Campo Grande News na quinta-feira, o secretário de Saúde, Matias Gonsales, atribuiu este aumento ao descuido da população em relação à prevenção quanto à proliferação do mosquito transmissor da doença o aedes aegypit. “É preciso que a prevenção seja incorporada assim como já é com o cinto de segurança”, diz.

O município com maior concentração dos casos da doença é Dourados, com 754, seguido de Bataguassu, com 246. O número de casos confirmados em Dourados nesta semana triplicou em relação à semana passada. Notificados, no Estado são 6,3 mil casos, segundo o relatório.

O aumento dos diagnósticos laboratoriais pode refletir o recebimento de kits para o exame, que estavam em falta há 35 dias. Na sexta-feira passada a SES recebeu mais 4 kits, cada um serve para 98 exames. A previsão, segundo Matias, é de receber mais 30 nos próximos 15 dias. A suspensão do fornecimento ocorreu por conta da greve dos fiscais da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A atualização dos dados relativos aos casos de dengue confirmados em Mato Grosso do Sul, divulgada hoje, aponta aumento de 25% no número de pessoas atingidas em relação à semana anterior. São 1.045 casos confirmados, quando o relatório de terça-feira passada apontava 831. Dourados tem 246 casos e 185 Bataguassu e 181 em Campo Grande. As autoridades de saúde admitem epidemia da doença. Por outro lado, faltam kits para exame de dengue, por conta da greve dos fiscais da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)