Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/09/2007 21:07

Casos de dengue aumentam 45% em 2007, revela Ministério

Welton Máximo/ABr

Brasília - Balanço divulgado hoje (4) pelo Ministério da Saúde revela que a dengue está avançando no país. De janeiro a julho, foram registrados 438.949 casos em todo o território nacional, contra 302.461 no mesmo período do ano passado. O número é 45,13% maior do que em 2006.

Segundo o ministério, o crescimento da doença concentrou-se no Mato Grosso do Sul, Paraná e Rio de Janeiro. Somente esses três estados responderam por 85% do aumento de ocorrências de dengue. Dos 136.488 casos a mais notificados em 2007, na comparação com 2006, 116.942 tiveram origem nesses estados.

As mortes provocadas pela dengue também apresentaram aumento, passando de 77 em 2006 para 98 em 2007. No entanto, de acordo com o Ministério da Saúde, em termos proporcionais, as mortes estão registrando índices menores que no ano passado.

Para o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Gerson Pena, o aumento ocorreu por causa de problemas localizados. “Cada estado corresponde a uma análise específica”, justificou.

Ele, no entanto, descartou qualquer risco de epidemia e apontou outros fatores como possíveis causas para o crescimento da dengue. Em primeiro lugar, citou alterações climáticas, que no verão passado anteciparam o início das chuvas nos três estados que lideraram o crescimento da doença.

“Tanto no Rio de Janeiro, como no Paraná e no Mato Grosso do Sul, as chuvas vieram antes do tempo e ocorreram de forma mais prolongada que o normal. Isso multiplicou os focos do mosquito transmissor da doença”, explicou.
O secretário também mencionou a resistência da população em adotar as medidas de prevenção à doença. “Em vários lugares falta interação entre os gestores públicos e a população”, disse Gerson. Ele citou o caso de Campo Grande (MS). Apesar do surto da doença na capital sul-matogrossense, os fiscais sanitários, segundo ele, foram impedidos de entrar em uma de cada quatro casas na cidade.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)