Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/11/2014 13:30

Casos de chikungunya somam 13 notificações em MS

G1

Mais um caso de febre chikungunya foi notificado em Mato Grosso do Sul, somando agora 13 casos notificados da doença no estado. Do total de suspeitas, um caso foi confirmado, quatro descartados e os outros oito estão em investigação.

Os primeiros registros da doença foram feitos em Campo Grande. Dos 10 casos notificados na capital sul-mato-grossense, quatro foram descartados, cinco estão sendo analisados em um laboratório em Belém (PA) e um caso, de um homem de 34 anos, foi confirmado. Outros três casos estão sendo investigados, sendo um em Três Lagoas, um em São Gabriel do Oeste e um em Itaquiraí.

A preocupação da Secretaria Estadual de Saúde (SES) é com o avanço do mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti, o mesmo transmissor da dengue. Móveis velhos, pneus e água parada são alguns dos ambientes que facilitam a formação de criadouros de mosquitos que transmitem as duas doenças.

Manter o terreno limpo é uma das estratégias para evitar focos da dengue e chikungunya. Uma pessoa pode contrair as duas doenças ao mesmo tempo. Os sintomas são parecidos, ms o tratamento é diferente. A febre chikungunya pode ser tratada com anti-inflamatório, já no caso da dengue, a pessoa não pode tomar remédio.

De acordo com a Sesau, médicos, enfermeiros e agentes de endemia foram treinados para identificar os casos da doença. Em maio, as equipes com mais de 435 agentes, começaram a visitar os bairros orientando sobre medidas de prevenção.

Campo Grande tem quase 380 mil imóveis e, segundo os agentes de saúde, 80% dos focos do mosquito estão nas residências.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)