Cassilândia, Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

Últimas Notícias

02/02/2018 08:40

Caso suspeito de febre amarela em investigação é de morador de Deodápolis

Campo Grande News

O caso suspeito de febre amarela em investigação pelo Ministério da Saúde é de um morador de Deodápolis – a 252 quilômetros de Campo Grande. A Secretaria de Estado de Saúde, afirma que este é o único caso em investigação.

Ainda não há mais detalhes sobre o paciente. No entanto, a secretaria revelou ao Campo Grande News já solicitou o histórico dele com o município.

No início da semana o Ministério da Saúde divulgou boletim atualizado da doença no Brasil e conforme quadro em Mato Grosso do Sul haviam cinco notificações, três casos descartados em dois em investigações.

Porém, conforme a assessoria da SES, os casos notificados se referem quando o paciente dá entrada em uma unidade de saúde com sintomas da doença. Após a triagem e exames as notificações são descartadas ou colocadas em investigação.

Ainda segundo a secretaria, um dos dois casos investigados, que foi divulgado em boletim do ministério já foi descartado. Ele se referia a morte de uma indígena, que apresentava sintomas da doença, no entanto, a hipótese foi descartada após resultado de exames. O dado ainda não foi atualizado pelo ministério.

A nível nacional, no período de monitoramento de 1º de julho do ano passado a 30 de janeiro de 2018, foram confirmados 213 casos de febre amarela, sendo que 81 morreram. Ao todo, foram notificados 1.080 casos suspeitos, sendo que 432 foram descartados e 435 permanecem em investigação, neste período.

O ministério reforça que a febre amarela é transmitida por meio de vetor (mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes no ambiente silvestre). O último caso de febre amarela urbana foi registrado no Brasil em 1942, e todos os casos confirmados desde então decorrem do ciclo silvestre de transmissão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 25 de Fevereiro de 2018
Sábado, 24 de Fevereiro de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)