Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/02/2015 07:26

Casal homoafetivo pode ser chamado de família, defende Dom Dimas

Juliene Katayama e Aline dos Santos, Campo Grande News

Diante das maneiras como os lares estão sendo constituídos nos dias de hoje, o arcebispo Dom Dimas Lara Barbosa defende o casal homoafetivo como família com algumas restrições. Apesar de demonstrar abertura para o tema, ainda não enquadra a união de duas pessoas do mesmo sexo no sacramento do matrimônio.

“Se existe um casal homoafetivo que vive a fidelidade, o amor, o respeito, no sentido mais amplo pode ser chamado família, mas não é o sacramento do matrimonio”, afirmou Dom Dimas no lançamento da Campanha da Fraternidade para fortalecer a Pastoral da Criança.

O arcebispo critica a condução que o Congresso tem dado em relação às relações homoafetivas por causa de um projeto de lei no Senado para criminalizar a homofobia, “mas era de um teor tão agressivo”.

“Se eu tenho um seminarista e ele arranja uma namorada, e eu desligo porque não vive o celibato, eu posso ser chamado de retrógrado. Mas se eu descubro que aquele seminarista está namorando um rapaz e tendo relações homossexuais, e eu o mando embora porque ele não estaria vivenciando o celibato e a castidade, eu poderia ser preso”, exemplificou o arcebispo.

Dom Dimas disse ainda que apenas a união estável entre homem e mulher não é a mesma situação da união homoafetiva, ou seja, não é considerada matrimônio. “União estável de um homem e uma mulher com vista a constituição da prole, portanto, no atual estado de reflexão, não damos nome de matrimônio. A união homofeativa, não é propriamente matrimônio”, ressaltou.

Aborto – Dom Dimas defende a criação da Secretaria da Família para tratar de assuntos como o aborto. Na opinião dele, “o serviço público precisa de estrutura para salvar a vida das pessoas”. “Não aborta porque quer. Muitas fazem por pressão, pressão do namorado, dos pais, avós: ou tira a criança ou não entra em casa”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)