Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

13/04/2015 08:55

Casal consegue viver sem trigo, açúcar ou óleo e ainda produz o próprio leite

Aline Araújo, Campo Grande News
Jacqueline e Willian decidiram seguir uma rotina diferente. (Foto: Fernando Antunes)Jacqueline e Willian decidiram seguir uma rotina diferente. (Foto: Fernando Antunes)

 

Eles vivem sem trigo, leite, açúcar e óleo na dieta. Uma escolha para um estilo de vida mais saudável e que causou uma reviravolta na rotina dos namorados Jacqueline Ribas Mazuy, de 24 anos, e Willian Silveira Viveira, de 27. Os dois moram juntos e em novembro abandonaram de vez certos alimentos, juntos com os velhos hábitos, fizeram ficar no passado 18 quilos dele e 10 quilos dela.

 

Na verdade, a mudança começou em agosto, quando Willian percebeu que passava mal sempre que comia determinados produtos e resolveu investigar se o problema era intolerância alimentar. Jacqueline pesquisou na internet sobre o glúten e a lactose e o namorado resolveu experimentar uma semana sem alimentos que tivessem esses ingredientes na composição.

A melhora foi imediata e a escolha de excluir de vez esses alimentos da dieta foi feita. Em novembro, uma nova fase começou, e com ela outra grande mudança, foi a vez de abrir mão do óleo e do açúcar.

“A gente resolveu radicalizar, nos dois primeiros meses eu sentia vontade de comer doce. Depois passou e nem na TPM a vontade me pega mais. Percebi a melhora da nossa disposição, respiração. Antes eu tinha algumas dores na hora de fazer exercício físico e melhorou tudo isso. Então, sempre que penso em comer, lembro que é melhor manter minha escolha saudável”, conta a estudante de Direito.


Com o novo estilo de vida, entraram no cardápio diário do casal os leites vegetais feitos com amendoim, amêndoas e soja. O de amendoim é o preferido, por ser o mais barato. No lugar do trigo, entram os pães e bolos feitos com farinha de quinoa, fécula de batata, farinha de linhaça, chia e arroz.

Para a nova rotina, eles se reinventaram na cozinha, conheceram novos sabores e desenvolveram um cardápio próprio, simples, mas rico em sabor, ela garante.

De manhã, eles comem uma tapioca com ovo mexido. No meio da manhã, é hora de lanchar uma fruta. No almoço, o arroz e o feijão são feitos sem nem um pingo de óleo, assim como a carne que é grelhada ou cozida. Depois, vem o lanche da tarde, as vezes um pedaço de bolo feito por eles, e o jantar que segue a mesma lógica do almoço.

Como a rotina é corrida, entre estágio e faculdade, para se alimentar de três em três horas. A mochila de Jacqueline sempre tem algo para comer. Quando vão almoçar na casa de amigos ou parentes, sempre levam a sua marmita. Algumas histórias peculiares já foram vividas pelo casal nesse tempo.

“Fomos em uma chácara com a minha mãe, chegando lá eles iriam fazer peixe, expliquei que a gente não comia óleo. Acabamos fazendo um ensopado ao nosso modo e todo mundo comeu”, relata.

Ela explica que "não é que seja proibido". Se eles tiverem vontade um dia, podem comer, mas é uma escolha de vida. Então, sempre que pensa em comer algo que está fora da dieta, lembra do propósito de viver comendo de maneira saudável.

E quem pensa que a decisão aumentou os gastos do casal, está enganado. Eles contam que desde que começaram a dieta, o orçamento também ficou mais folgado. Apesar de alguns produtos consumidos serem mais caros, eles eliminaram as saídas para comer, o que colaborou com a redução das contas.

Eles vão ao mercado todas as segundas-feiras. As farinhas “especiais” compram em casas especializadas onde é mais barato.

No mesmo dia, preparam o básico para passar a semana. Inclusive o leite de amendoim que, depois de muita pesquisa, passou a ser feito de um jeito simples. O que antes demorava horas, hoje em minutos está pronto.


Leite - Eles pegam o amendoim cru sem casca e batem no liquidificador com duas xícaras de água. Depois de bater bem, o leite é coado algumas vezes em uma peneira de pano, bem fininha. O líquido vai para a geladeira em um recipiente de vidro para melhor conservação. Dessa maneira, dura até uma semana.

Apesar de mais calórico, o leite vegetal tem propriedades que fazem bem para a saúde. Jaqueline e Willian não se arrependem da troca. Segunda ela, os exames de saúde feitos recentemente também aprovam as novas escolhas.

Willian ainda toma sua cervejinha de vez enquanto, o novo estilo de vida não é penitencia e os resultados deixam os dois felizes.

Quando o assunto é filhos, o casal já decidiu que eles vão ser criados na mesma rotina saudável. “Até eles crescerem o suficiente para escolherem o que eles querem. Mas a gente já diz que vai orientar para que sejam saudáveis”, conta.

O leite de amendoim é o que eles mais consomem.O leite de amendoim é o que eles mais consomem.
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)