Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/12/2017 10:20

Casal chinês é flagrado com 200 baratas vivas em mala de mão no aeroporto

Midiamax

Agentes da alfândega em um aeroporto da China tiveram uma surpresa desagradável ao abrir a mala de mão de um casal e descobrir cerca de 200 baratas vivas.

O caso aconteceu no último dia 25 de novembro no aeroporto internacional de Baiyun, em Cantão, no sudeste do país, segundo o jornal chinês Beijing Youth Daily.

Os funcionários perceberam um movimento estranho na bagagem de um casal de idosos enquanto o objeto era colocado no raio X.

"Havia um sacola de plástico branca com vários itens pretos se movendo dentro dela", disse a funcionária Xu Yuyu ao site de notícias chinês Kankan News.

"Uma das funcionárias abriu a mala e uma barata pulou para fora. Ela quase caiu no choro", acrescentou.

Quando questionado sobre por que estavam transportando baratas, o marido afirmou que os insetos seriam usadas em uma "pomada" para a pele de sua mulher.

Ele não explicou qual era o problema de saúde dela.

Mas, segundo Xu, "se trata de um remédio popular antigo. Você mistura as baratas em algum creme medicinal e coloca sobre a pele", teria dito o homem aos agentes.

De acordo com as regras de transporte aéreo na China, não é permitido levar seres vivos na bagagem de mão.

O casal decidiu, então, deixar as baratas com os funcionários da alfândega. O destino delas não é conhecido.

Essa não é a primeira vez que algo do tipo acontece na China.

Em agosto, um homem foi flagrado tentando transportar os dois braços amputados de seu irmão em uma mala após passar pelo raio X de uma rodoviária na província de Guizhou, no sul do país.

À polícia, ele alegou que estava carregando os membros para enterrá-los quando seu irmão morrer. Segundo uma tradição de seu vilarejo, explicou, o morto tem de ser enterrado com todas as partes de seu corpo.

Segundo as regras de transporte viário na China, os passageiros podem carregar partes do corpo humano se possuírem um atestado médico, além de autorizações da polícia e do Ministério da Saúde.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)