Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/10/2005 14:20

Carne:Secretário afirma que GO lucrará com embargo em MS

Juliana Andrade e Marcela Rebelo / ABr

O secretário estadual de Agricultura de Goiás, Roberto Balestra, afirmou que o estado poderá lucrar com a decisão dos países da União Européia, por exemplo, de suspender a importação de carne bovina do Mato Grosso do Sul (MS) e de estados vizinhos como o Paraná (PR) e São Paulo (SP).

"Hoje o mercado internacional não se sustenta sem a carne brasileira, e Goiás, por ser o terceiro maior produtor de carne do Brasil e por ter cumprido o ‘dever de casa’ durante dez anos, pode fazer o incremento de sua produção e comercialização", disse Balestra.

O secretário participou da reunião no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que tratou das medidas adotadas em relação ao surgimento de um foco de febre aftosa no município de Eldorado no MS.

Balestra cobrou a liberação de recursos federais para o estado, para serem investidos na área de defesa sanitária. "Este ano não recebemos nada do governo federal. Existe um recurso previsto de R$ 2,6 milhões que aguardamos que sejam liberados. Esperamos que essa liberação aconteça logo", disse ele.

Segundo o diretor técnico da Agência Goiana de Defesa Agropecuária, Igino Carvalho, que também participou da reunião, o estado de Goiás não fechou as divisas proibindo a entrada de gado vindo do Mato Grosso do Sul, mas apenas da região onde foco da febre aftosa foi detectado.

"Goiás não fechou a importação de animais do MS, mas intensificou o controle que já é feito rotineiramente. Colocamos mais fiscalização móvel e mais gente nos postos fixos", contou Carvalho.

Durante a reunião, o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Gabriel Maciel, disse considerar precipitada a decisão de 15 estados brasileiros e do Distrito Federal de impor algum tipo de barreira à entrada de bois vivos, carne processada ou derivados vindos do Mato Grosso do Sul. Na segunda-feira, foi detectado o foco de febre aftosa no município de Eldorado (MS).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)