Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/02/2009 19:28

Carga tributária supera os 50%, no caso da cerveja

Alana Gandra, ABr

Rio de Janeiro - Quando adquire algo durante o carnaval, o consumidor brasileiro paga em média uma carga de tributos que representa 40% do preço do produto. O levantamento elaborado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) mostra que o carnaval embute uma elevada carga tributária, que pesa no bolso do consumidor sem que ele tome conhecimento.

Dos produtos consumidos durante a época do carnaval, a maior tributação observada pelo IBPT foi a da cerveja em lata e em garrafa (54,80%). “A cerveja tem uma tributação mais alta porque é considerada pelo legislador como um produto supérfluo e, além de tudo, que causa malefícios”, disse o diretor técnico do IBPT, João Eloi. A menor carga foi apurada nas fantasias de tecido com arame (33,91%).

O objetivo principal do estudo é conscientizar a população para que possa cobrar do governo uma melhor destinação para essas verbas que estão indo para os cofres públicos, traduzida em melhores serviços. “Nós estamos alertando que quando ele (consumidor) compra esses produtos está pagando essa carga tributária", afirmou Eloi.

A pesquisa do IBPT considera vários tributos, como o Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) vigente no estado de São Paulo, o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), o Programa de Integração Social (PIS) , o Imposto de Renda e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

João Eloi afirmou que o consumidor não sente o peso no bolso porque “o governo não tem essa transparência. Ele (consumidor) não sabe que parte daqueles valores está indo para o governo”. Não há discriminação sobre os tributos que estão sendo cobrados no rótulo, na embalagem ou na nota fiscal, afiançou o tributarista.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)