Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/07/2015 07:54

Capítulos da semana de Os Dez Mandamentos

Redação

No capítulo 76, segunda-feira, 06 de julho – Betânia está prestes a se entregar a um viajante quando é surpreendida por Jetro e Moisés. Yunet, humilhada, aguarda resposta do atendente, que a coloca para cuidar da limpeza, mas ela tenta convencê-lo de que sabe seduzir um homem muito bem. Nefertari revela a Karoma preocupação com o futuro da mãe. Tuya chega para conversar com Nefertari mas, diante da negativa da jovem rainha, ela exige ser ouvida. Disebek vai até a Casa de Senet para se despedir e o atendente oferece a ele uma moça recém-chegada. Judite recebe o jogador em casa para pagar a aposta de Apuki enquanto o marido leva as crianças para brincar no rio. Betânia cobra Mahira o amor de Moisés.

A adivinha pede que Betânia continue com o plano para ela ter o que tanto deseja. Menahem briga com Baruk e Anibal em defesa de Adira e das irmãs. Disebek descobre que a nova moça é Yunet e os dois discutem. Henutmire desabafa com Hur e volta atrás na expulsão de Leila do palácio. Yunet se sente humilhada por Disebek e, em um ato de raiva, desfere um golpe de adaga e mata o general. O atendente da Casa de Senet vai até o palácio contar sobre o ocorrido. Ramsés e Paser se assustam com a notícia.

Uri chega em casa alegre e conta as últimas novidades à família. Zípora e Moisés namoram olhando as estrelas. Moisés conversa apaixonado e sugere apressar o casamento. Zípora concorda, com a intenção de dar uma alegria ao pai. Anrão questiona Miriã sobre Hur. A jovem nega o interesse do joalheiro em namorá-la e, para a tristeza de Miriã, Anrão lembra que o Hur abandonou os deuses deles e se tornou um egípcio. Hur encontra Henutmire pensativa no jardim do palácio, os dois conversam e Hur consola a princesa. Eles trocam olhares com intensidade e se beijam.

No capítulo 77, terça-feira, 07 de julho – Após beijar a princesa Henutmire, Hur se desculpa e confessa que sempre a amou. Henutmire se encanta com o carinho de Hur. Uri tenta convencer Leila a voltar a morar no palácio. Leila diz que tem medo de se deixar seduzir pela vida luxuosa dos egípcios e assim se afastar de Deus. Uri diz que a decisão já foi tomada e deixa Leila apreensiva. Judite trata Apuki friamente e o deixa angustiado. Uri entrega um saco de joias para Orsokon, que satisfeito, diz que ele não deve mais nada. Orsokon oferece novo trabalho para Uri, que recusa dizendo que está voltando para o palácio. Ramsés nomeia Bakenmut como seu novo general e deixa Ikeni decepcionado. Ada e Damarina pedem permissão a Jetro para ir a procura de Betânia. Gahiji perde a paciência com Nebefer e a expulsa de sua cozinha. Menahem pede a mão de Adira em casamento para Jetro e oferece o anel que ganhou de Moisés como dote.

Jetro devolve o anel e diz que não pode permitir o casamento dos dois. Moisés e Zípora tentam convencer Jetro, mas o pastor se mostra irredutível. Ramsés pede ajuda a Paser para que seu reinado seja lembrado por milênios. Nefertari conversa com Henutmire e se diz envergonhada pelas atitudes da mãe. Henutmire diz para Nefertari que foi Yunet quem contou para Moisés sobre a sua família hebreia e deixa Nefertari surpresa com a notícia. Zípora conta para Adira que o pai não permitiu o casamento dela com Menahem. Muito chateado, Jetro se desculpa com Adira e diz que não poderia permitir que ela se casasse com um homem de família inimiga. Betânia recebe um cliente e se sente humilhada depois do ato sexual. Arão se revolta mais uma vez contra Deus e deixa Anrão irritado. Leila, Uri e Bezalel voltam para o palácio e para surpresa de todos, a princesa Henutmire convida Leila para ser a sua dama de companhia. Hur agradece Henutmire pela nova oportunidade e os dois se olham encantados.

Yunet é expulsa da Casa de Senet. Simut lê em voz alta o papiro que Paser escreveu para Nefertari no dia do casamento da filha, sem saber que a jovem rainha ouvia escondida. Nefertari se emociona com as palavras e abraça o pai. Tuya diz para Ramsés que Seti se sentiria orgulhoso com as decisões que o filho tem tomado para o reino. Ada e Damarina encontram Betânia na barraca de Mahira e pedem para a irmã voltar para casa, mas Betânia se recusa. Hur conta para Uri que beijou Henutmire. Uri adverte o pai que, embora a princesa seja viúva, continua sendo um amor impossível. Simut faz nova oferenda e prepara uma fórmula para Karoma. As semanas passam e finalmente chega o dia do casamento de Moisés E Zípora. Menahem diz para Baruk que quer a parte dele na herança para poder se casar com Adira. Baruk fica nervoso e diz que ele somente terá a parte dele quando estiver morto. Betânia vai até o casamento de Zípora e assiste à cerimônia de longe, com raiva da irmã.

No capítulo 78, quarta-feira, 08 de julho – Zípora e Moisés iniciam a cerimônia de casamento sob o olhar invejoso de Betânia. Menahem decide ir embora da casa de Baruk. Joquebede se alegra ao perceber que Miriã está apaixonada por Hur. Bastante traumatizada, Judite não reage e Apuki se preocupa com a esposa. Ramsés ordena o aumento da jornada de trabalho dos escravos hebreus. Nefertari desabafa com Karoma e diz que não quer mais pensar em sua mãe. Yunet suplica por esmolas nas ruas da cidade. Jaque canta lindamente durante o casamento da irmã. Apuki pede para Joquebede tentar conversar com Judite. Paser alerta Simut para esquecer Karoma, mas o aprendiz de sacerdote se mostra decidido a lutar pelo amor da moça. Henutmire presenteia Leila com uma joia. A hebreia hesita ao ver um símbolo de um deus egípcio no acessório, mas acaba aceitando. Hur convida a princesa para um passeio.

Karoma estranha o comportamento de Simut. Tuya e Nayla fazem reflexões sobre o futuro do palácio. Jetro declara Zípora e Moisés casados oficialmente. Ada percebe que Betânia está observando o casamento de longe e vai ao seu encontro. Ela tenta fazer a irmã mudar de ideia, mas Betânia continua firme em sua decisão. Enlouquecida, Yunet tenta entrar no palácio, mas é impedida pelos guardas. Apuki comunica aos escravos que o faraó Ramsés ordenou o aumento da jornada de trabalho. Joquebede vai até a casa de Judite para ajuda-la a reagir. Nefertari autoriza a entrada de Yunet no palácio para uma última conversa. Simut interrompe o treino de Ikeni e diz que Karoma está dividida entre eles dois. Miriã vê Hur e Henutmire se beijando. Nefertari entrega um cesto de comida para Yunet, mas a vilã se sente ofendida e grita dizendo que não quer esmola. Emocionada, Nefertari é firme e diz que Yunet deverá manter-se afastada do palácio. A megera esbraveja e amaldiçoa a filha. Hur percebe o olhar de Miriã e tenta disfarçar. Menahem surpreende a todos ao chegar à festa de casamento de Zípora.

Paser tenta consolar Nefertari. Eliseba se mostra satisfeita com a criação de Oseias. Karoma presencia Simut prestes a duelar com Ikeni e estranha a cena. O oficial pede para a moça escolher com quem deseja ficar. Joquebede nota Miriã desolada e a abraça sem entender o motivo de sua tristeza. Menahem conversa em particular com Jetro e diz estar disposto a abrir mão da herança de Baruk para casar-se com Adira. Leila se abre com Gahiji e diz ter medo de esquecer suas crenças em Deus. Betânia esbraveja com a vidente. Ela reclama por não ter conseguido se casar com Moisés. Com o consentimento de Jetro, Menahem pede Adira em casamento. Bezalel fica feliz com a vida no palácio. Hur conta para Uri sobre o flagra de Miriã. Judite reza ao Senhor e se desfaz das estatuetas dos deuses egípcios. Yunet percebe e rouba as estátuas descartadas pela esposa de Apuki. Zípora seduz Moisés no quarto e eles se beijam apaixonados.

No capítulo 79, quinta-feira, 09 de julho – Moisés e Zípora dormem juntos pela primeira vez. Empolgados, Adira e Menahem já pensam em se casar. Jaque comunica que os noivos estão casados e todos os saúdam. Moisés decide presentar Menahem com joias egípcias e a espada que usava, para que ele consiga começar uma nova vida com Adira. INÍCIO DA TERCEIRA FASE. Muitos anos se passam e Zípora se diverte com Moisés, acompanhada dos filhos. Zípora reencontra Adira e conta que estava com saudades. Ada deixa as irmãs com inveja ao mostrar as joias que ganhou do marido rico. Adira lamenta que Damarina seja viúva tão jovem e Jetro conforta a filha. Moisés se emociona ao receber de volta o anel que havia presenteado Menahem tempos atrás. Ramsés e Nefertari ficam satisfeitos ao saberem de Paser que diversas obras foram concluídas com sucesso. Bakenmut é ordenado a preparar a visita da família real aos templos. Paser alerta que os hebreus estão trabalhando sem descanso, mas Ramsés não se penaliza.

Oseias e Calebe seguem em um barco cheio de escravos rumo à Pi-Ramsés. Eliseba teme que Oseias não esteja vivo, mas avisa que Inês irá até o Nilo na esperança de reencontrá-lo. Nadabe e Abiú chegam em casa bêbados, deixando Eliseba revoltada. Apuki indaga Arão sobre a falta de Nadabe e Abiú na obra. Corá percebe o clima tenso entre eles e intervém. Arão é liberado por Corá, sem que Apuki saiba, para tentar rever Oseias. Ana repreende Jairo ao vê-o sendo ignorante com Judite. Joquebede, Eliseba e Arão ficam muito emocionados ao reencontrarem Oseias. Cansados, Zelofeade e Eldade agradecem Deborah por lhe servirem água na obra. Oseias apresenta o amigo Calebe para a família. O feitor interrompe a conversa para chamar os dois ao trabalho. Arão questiona Eliseba sobre o paradeiro de Nadabe e Abiú ao lembrar que os filhos não foram trabalhar. Zípora acha graça ao avistar Moisés brincando com Eliezer e Gerson. Oseias vê o feitor abandonando um escravo idoso morto e resolve carrega-lo para que tenha um enterro digno. Judite e Ana ajudam Taís a escolher um vestido para o encontro com Meketre. Deborah estranha as numerosas estátuas de Ramsés e Aoliabe explica que o faraó quer ser adorado como Deus. Oseias e Calebe enterram o escravo idoso. Nefertari recebe ajuda de Karoma para administrar o harém.

Ramsés deixa Amenhotep empolgado ao relembrar uma importante batalha que venceu. Ikeni fica decepcionado ao ver Pepy sendo derrotado por Amenhotep em um treino de espadas, enquanto Ramsés sorri orgulhoso do filho. Apuki se irrita ao ver que Oseias conseguiu sobreviver. Henutmire assume para Leila que não faz questão de agradar Ramsés. Hur encontra Henutmire indignada pelo rei proibir eles de assumirem o romance e a acalma com um beijo. Uri e Leila elogiam a bela joia feita por Bezalel para Nefertari. Corá revela para Apuki que Arão saiu da obra sem permissão, mas pede segredo. Arão confessa que foi encontrar com o filho e é ordenado por Apuki a ir para a pedreira. Calebe percebe que Oseias se chateou ao ficar de frente com o assassino do pai dele. Arão chega à pedreira e se impressiona com as péssimas condições de trabalho. Na enfermaria, Miriã e Abigail lamentam a grande quantidade de escravos feridos que precisam de cuidados. Itamar fica feliz ao reencontrar Oseias e conhece Calebe. Oseias salva Ana de ser ferida por um objeto da obra, deixando-a assustada.

No capítulo 80, sexta-feira, 10 de julho – Ana e Oseias caídos no chão trocam olhares encantados um com o outro, até que são alertados por Calebe sobre o perigo das ferramentas que continuam a cair de cima do andaime. Abirão vai ao encontro de Datã, que se emociona ao ver que o irmão voltou das obras no templo. Ana chega em casa e Judite repara no jeito distraído da filha. Ana conta sobre o acidente e se desculpa por ter se esquecido do pedido da mãe. Eliseba conversa chateada com Inês sobre os filhos chegarem bêbado na noite anterior, mas se alegra com a chegada de Oseias. Joquebede se assusta ao saber que Arão está trabalhando na pedreira e Anrão tenta acalmá-la.

Chibale cozinha sob o olhar atento de Gahiji. Ao terminar, o cozinheiro real avalia o filho com rigidez e pede que ele melhore, para a tristeza de Chibale, que sai. Leila, preocupada, conversa com Gahiji sobre o interesse de Bezalel em Debora. Gahiji questiona, mas Leila revela que tem medo que o filho sofra por se relacionar com uma hebreia. Amenhotep mostra a Nefertari a adaga que ganhou do pai e, ao brincar com o instrumento, ameaça uma serva. Assustada a jovem derruba a bandeja, causando risada no príncipe e na rainha. Henutmire se aproxima séria e repreende os dois pela atitude. Oseias se culpa por Arão ter sido colocado para trabalhar na pedreira e Eliseba tenta consolar o filho. Joquebede e Anrão chegam e se emocionam ao encontrar com Oseias. Em casa, Apuki cobra do Jairo para que ele seja mais rígido com os escravos. Judite, irritada, ouve a conversa e repreende os dois. Bezalel vai até a vila dos hebreus levar mantimentos para os seu tios, mas seu real interesse é ver Debora que se acanha com os olhares do egípcio. Nefertari conversa ansiosa com Ramsés sobre a visita ao templo em Abu Simbel. Hur chega, desconcertado, e entrega a joia para a rainha.

Nefertari conversa com Ramsés sobre Moisés. Ele diz que agora dá razão ao pai pela implicância com o príncipe hebreu e ela questiona se hoje a relação dele com Moisés seria diferente. Jaque brinca com os sobrinhos quando Zípora chega para colocá-los para dormir. Moisés atende ao pedido dos filhos e conta uma história para eles dormirem. Karoma discute com Ikeni e questiona o marido sobre as saídas noturnas. Pepy assista à briga dos pais chateado e sai correndo. Tais e Meketre conversam sobre o reinado de Ramsés. Ele avalia que o rei poderia ser menos rigoroso com os escravos para que, assim, a produtividade dos hebreus aumentasse. Corá afia uma faca enquanto cobiça Safira. Bina percebe a atitude do marido, mas finge que não viu. Ikeni vai ao encontro de Bakenmut na Casa de Senet e desabafa com o amigo sobre as cobranças de Karoma. Ahmós, dono do estabelecimento, recepciona Meketre que justifica a ausência nos últimos dias com o excesso de trabalho. Arão volta da pedreira cansado e em transe. Ele cai de joelhos e solta um grito de desabafo por tudo que tem sido obrigado a suportar. Oseias o encontra caído e leva o pai para casa com a ajuda de Calebe. Anrão fica arrasado com a situação. Miriã questiona o pai sobre a chegada do libertador. Ele afirma que Deus não os esqueceu. E os dois, de joelhos, iniciam com fé uma oração.

No capítulo 81, segunda-feira, 13 de julho – Anrão e Miriã oram por um futuro melhor para os hebreus. Joquebede se junta a eles e todos se emocionam com as dificuldades que passam. Ao lado de Zípora, Moisés se lembra da conversa que teve com Anrão antes de partir do Egito e questiona o sentido de sua vida. Zípora diz que se ele não tivesse partido, não a teria conhecido. Os dois sorriem felizes. Oseias e Calebe levam Arão para casa e o estado do marido assusta Eliseba. Arão fica muito abalado com tudo o que viu na pedreira e diz que essa situação não pode continuar. Muito emocionado, ele chora nos braços de Eliseba. Comovidos com a situação de Arão, Joquebede, Anrão e Miriã se propõe a conversar com os hebreus mais velhos para recordarem das promessas de Deus e contar as histórias para as crianças. Nadabe e Abiú bebem novamente e aguardam o efeito da bebida passar para voltar para casa. Eldade aparece e dá conselhos aos rapazes que dizem que bebem para esquecer o sofrimento que passam no trabalho escravo. Meketre se encontra com Karen na Casa de Senet e trocam juras de amor.

Bezalel visita Deborah e não esconde o interesse pela garota, despertando a ira de Aoliabe. Bezalel percebe que Aoliabe não gosta dele e conversa com Abigail sobre o assunto. Ela diz que ele e seus pais escolheram viver no palácio e isso os afastaram. Abigail aconselha Bezalel a se afastar de Deborah, deixando o rapaz chateado. Durante o jantar, Corá olha maliciosamente para Safira e Bina percebe. Corá diz para Abirão que se tornou chefe dos escravos após passar a perna em Anrão. Datã diz que Corá armou para mandar Arão para a pedreira e assim conquistar a confiança de Apuki. Corá ri satisfeito com suas armações e diz que assim todos saem ganhando. Bina diz para Safira parar de se insinuar para Corá e as duas discutem. Calebe diz para Oseias esquecer Ana, já que ela é egípcia, mas ele diz ter percebido que Ana também gosta dele. Ana pensa em Oseias sorridente. Judite percebe que ela não está com a pulseira e questiona a filha, que diz ter perdido na cidade. Karen pede a Meketre conhecer o filho, mas o egípcio se nega dizendo que não tem certeza que o garoto é mesmo seu filho, deixando Karen chateada. Nadabe e Abiú voltam para casa e levam bronca de Eliseba, que os espera aflita. Eliseba chora de tristeza ao falar de Arão e é consolada pelos filhos. Ahmós entrega a Meketre um amuleto para ser dado ao faraó. Hur diz para Henutmire aceitar o convite de Ramsés para ir com ele até Abu Simbel.

A princesa pergunta ao joalheiro se o faraó tem tratado ele mal. Hur nega e diz que a relação entre os dois é profissional e que nunca perguntou sobre o romance que mantém com Henutmire. Anrão e Oseias vão ao encontro de Arão que se banha no rio e diz que pretendem mudar a situação dos escravos, deixando Arão surpreso. Já sabendo da novidade, Joquebede diz para Eliseba que irão juntar o povo hebreu para fazer um clamor a Deus por socorro. Nadabe e Abiú desdenham da ideia. Falso, Corá vai até a casa de Joquebede para saber notícias de Arão. Miriã conversa com Abigail, Deborah, Aoliabe e Zelofeade sobre a reunião que estão convocando para falar do elo entre Deus e os hebreus. Miriã pede que a notícia seja divulgada entre o povo. Menahen se prepara para ir ao encontro do pai e do irmão. Leila e Hur conversam com Bezalel e aconselham o filho a se casar com uma egípcia. Insana, Yunet espera que o cortejo o qual a filha irá acompanhar o faraó nas obras é para tirá-la da rua. Anrão dá uma bronca em Nadabe e Abiú. Oseias avista Ana e corre atrás dela para devolver a pulseira. A moça retribui com um sorriso. Os dois conversam e não conseguem esconder o encantamento que um sente pelo outro. Nervosa com a situação, Ana diz para Oseias se afastar dela, já que ela é uma egípcia e ele um hebreu, deixando o rapaz decepcionado.

No capítulo 82, terça-feira, 14 de julho – Judite ajuda Tais a se arrumar para a visita aos templos. Apuki ordena que Abiú e Nadabe trabalhem na pedreira. Menahem chega na casa de Baruk e o encontra ardendo em febre, abandonado por Anibal. Oseias sai para tentar pescar alguns peixes para os escravos feridos. Chibale fica magoado com Gahiji pela rigorosidade do cozinheiro. Karen pede autorização a Amhós para dar uma volta pela cidade. Meketre presenteia Ramsés com o amuleto. Ikeni se irrita com as reclamações de Karoma. Em conversa com Judite, Leila diz sentir saudades do povo hebreu.

Enquanto se banha no rio, Oseias vê Ana se aproximando. Menahem cuida de Baruk. Nadabe e Abiú encontram Arão na pedreira. Ramsés inicia o cortejo pela cidade. Ana se desculpa com Oseias e eles começam a se entender. Moisés e Zípora cuidam de uma ovelha ferida. Joquebede convida Bina e Safira para o encontro em sua casa. Karen encontra o filho Bak e ele fica feliz com a visita dela. Baruk se desculpa com Menahem por ter lhe dado as costas no passado. Barzilai pede conselho a Jetro e Moisés. Oseias se despede de Ana em clima de conquista. Karen agradece a Abigail pela ajuda com o filho Bak.

Nefertari se encanta com o monumento em sua homenagem. Miriã e Eliseba cuidam dos escravos feridos. Oseias comenta com Calebe sobre o encontro com Ana no rio. Bezalel alerta Hur sobre o perigo da relação do avô com Henutmire. Os hebreus se posicionam para observar o cortejo do rei. Corá, Datã e Abirão riem de Yunet ao ouvirem ela dizer que é mãe da rainha. Joquebede e Miriã ficam felizes ao verem a quantidade de peixes que Oseias trouxe para os escravos. Durante o cortejo, Oseias se recusa a se curvar perante o rei e Ramsés fica furioso com a atitude do escravo.

No capítulo 83, quarta-feira, 15 de julho – Furioso, Ramsés recrimina o atrevimento de Oseias. Corá, Datã e Abirão ficam surpresos com a atitude do hebreu. Oseias não obedece a ordem de Apuki, é jogado no chão e chicoteado, para satisfação de Ramsés. Henutmire pede que Nefertari intervenha, mas ela se nega dizendo que o castigo é merecido pelo desrespeito com Ramsés. Todos ficam horrorizados ao verem Oseias sendo açoitado. Anrão estranha que Oseias tenha se interessado em ir ao cortejo do rei. Joquebede e Miriã sofrem com a notícia de que Nadabe e Abiú foram mandados à pedreira como punição pela falta na obra. Eliseba fica aflita ao imaginar o perigo que os filhos irão correr no novo local de trabalho.

Zelofeade e Eldade se preocupam com Oseias, que continua sendo agredido por Apuki. Yunet chama atenção de todos ao gritar por Nefertari e até Apuki se distrai, parando com as chicotadas. A rainha fica envergonhada e Ramsés ordena que os oficiais sumam com Yunet. O rei pede que Apuki saia com Oseias e diz para Paser seguir com o cortejo. Zelofeade, Eldade e Calebe socorrem Oseias. De longe, Ana observa o rapaz bastante machucado e se entristece. Adira estranha a demora de Menahem no encontro com Baruk. Jetro sugere para Moisés que a circuncisão de Eliezer seja feita o quanto antes. Betânia oferece companhia para Menahem, mas se envergonha ao reconhecê-lo. Furioso, Ramsés chega ao palácio culpando Oseias e Yunet por terem estragado o cortejo real. Joquebede e Miriã se apressam para cuidar de Oseias ao encontrá-lo ferido. Eliseba fica apavorada ao saber que Oseias foi chicoteado por Apuki e sai desesperada atrás do filho. Henutmire assume para Hur que foi perturbador reencontrar Yunet.

Meketre deixa Tais surpresa ao revelar que Yunet realmente é mãe de Nefertari. Paser confessa para Simut que se impressionou com o estado deplorável da ex-mulher. Nefertari afirma para Karoma que Yunet está merecendo sofrer por todo mal que fez. Ahmós nota que Karen está chateada após encontrar o Bak e cobra uma boa aparência, ameaçando demiti-la. Abigail conta para Deborah que só foi ao cortejo para ver Leila. Zelofeade se comove ao ver Bak triste por estar longe da mãe e o convida para brincar. Eliseba dá bronca em Oseias por ele ter enfrentado Ramsés. Menahem avisa Adira que Baruk não está nada bem. Irritado, Apuki diz para Jairo que Oseias estragou o momento em que teria o trabalho elogiado por Ramsés. Judite e Ana se chocam ao descobrirem que o rapaz agredido por Apuki é filho de Arão. Bina avisa Corá que os hebreus irão se reunir na casa de Joquebede para clamar a Deus por libertação. Ana disfarça a preocupação na frente de Apuki, mas Judite percebe o interesse da filha em Oseias. Arão se surpreende ao saber que o filho foi castigado durante o cortejo do faraó. Ramsés decide condenar Oseias à morte. Zelofeade consegue convencer Aoliabe a ir ao encontro do povo hebreu. Bakenmut é ordenado pelo rei a executar Oseias na frente de todos os hebreus. Miriã estranha a presença de Judite no encontro. Encantados um pelo outro, Ana e Oseias trocam olhares discretos ao se reencontrarem.

No capítulo 84, quinta-feira, 16 de julho – Os hebreus chegam à casa de Joquebede para uma reunião. Ana e Oseias trocam olhares disfarçadamente. Judite não esconde a apreensão com medo da forma que será recebida, mas quer saber notícias de Oseias. Eliseba se prepara para se juntar aos demais hebreus e tenta convencer Arão a acompanhá-la. Leila conversa com Uri sobre a atitude corajosa de Oseias durante o cortejo. Apesar da discordância do marido, Leila se mostra orgulhosa com a coragem do jovem. Apuki se diverte na Casa de Senet na companhia de Jairo, Bakenmut e Ikeni e conversam sobre uma possível punição a Oseias. Karoma sofre com as saídas noturnas de Ikeni e é consolada por Pepy.

Enquanto Nefertari massageia Ramsés, ele afirma ter mandado matar o hebreu como punição pela ousadia, para que ele sirva como exemplo aos outros. Jetro se junta a Moisés e lamenta a ausência de Betânia junto à família. Moisés tenta confortá-lo. Os dois conversam e Jetro, com sua sabedoria, responde aos questionamentos do hebreu. Arão, sem a revolta habitual, questiona a Deus a razão pela qual os hebreus passam por tanto sofrimento e não percebe que seu clamor se une ao do seu povo. Menahem conta para a família da esposa que encontrou Betânia. Jaque e Moisés se mostram surpresos ao saber que Betânia continua levando a vida nas ruas. Corá percebe a presença de Ana e Judite na reunião e se aproxima com o intuito de constrangê-las na frente dos demais, já que Oseias foi castigado por Apuki. Oseias troca um olhar decepcionado com Calebe com a descoberta.

Judite tenta consolar Ana e a jovem revela estar apaixonada pelo hebreu. Gahiji e Chibale ouvem, impactados, as ordens que Ramsés dá a Bakenmut para punir Oseias. Ikeni vai até a casa de Joquebede para cumprir as ordens do faraó e Oseias não demonstra resistência. Ele é colocado exposto, com os pés e mãos amarrados, para sofrer até a morte. Anrão não aceita a situação e vai até o palácio falar com o faraó. Ramsés é avisado por Bakenmut e Ikeni sobre a presença de Anrão. O faraó manda expulsar o hebreu, mesmo com os pedidos de Henutmire para apenas ouvi-lo. A família de Oseias assiste o sofrimento do rapaz sem nada poder fazer. Eliseba se desespera e tenta dar água ao filho, mas é impedida por um oficial. Henutmire vai até o portão do palácio ao encontro de Anrão e ouve com surpresa o pedido do hebreu.

No capítulo 85, sexta-feira, 17 de julho – Anrão implora a Henutmire salvar a vida de Oseias. Henutmire diz que não pode ajudar, mas Anrão insiste. Henutmire diz então que irá falar com o faraó, mas não pode garantir que o rei irá preservar a vida do hebreu. Apuki observa o choro de Ana e pergunta o que aconteceu. Sem saber o que responder, a moça diz que torceu o pé. Judite conversa com Ana e diz para a filha que Apuki ficará muito bravo se descobrir que ela chorava por causa de Oséias. Eliseba se desespera ao ver Oseias arramado e sendo torturado. Arão sofre muito com a situação do filho e vai até Oseias, mas é interrompido pelos guardas. Arão insiste em se despedir do filho e os guarda consentem. Oseias diz que Deus foi muito bom em dar-lhe uma boa família e fala para seu pai adotivo que se tiver que morrer, morrerá em paz. Corá observa a cunhada Safira e tanta beijar a moça.

Bina aparece, percebe a situação e olha com raiva para a irmã. Miriã organiza um novo clamor para pedir proteção de Deus. Henutmire conversa com Ramsés e pede para que perdoe o hebreu. Em conversa com Karoma, Nefertari se mostra favorável à decisão de Ramsés em condenar o hebreu à morte. Chibale conversa com Bezalel e diz que tem curiosidade em conhecer melhor o Deus dos hebreus. Bezalel convida o amigo a ir até a vila e Chibale gosta de ideia. Ramsés decide perdoar Oseias para alivio de Henutmire, que agradece a benevolência do irmão. Adira e Menahem levam as crianças para conhecer o avô Baruk. Para espanto de Paser, o faraó manda Bakenmut até a obra escolher dez escravos para serem executados no lugar de Oseias. Henutmire conta para Leila que o irmão perdoou Oseias e a deixa muito feliz. Bina e Safira brigam por causa das insinuações de Corá. Baruk se emociona ao ver os netos. Anibal é capturado pela população que o chama de ladrão, mas é salvo por Moisés.

Ikeni vai até onde Oseias está exposto e manda soltar o hebreu. Joquebede se emociona com a decisão do faraó. Oseias abraço a tia e se reanima ao tomar água. O escriba aparece e diz em voz alta a decisão do faraó, deixando todos perplexos. Oseias implora para Ikeni não executar os dez hebreus e pede para que seja morto. Moisés leva Anibal para casa onde se encontram com Menahem, que pergunta ao irmão como teve coragem de sair deixando o pai doente. Corá conta para os escravos que Oseias foi solto para alívio de Anrão. Os hebreus comemoram até Corá contar que dez hebreus terão que ser sacrificados no lugar dele, deixando todos espantados. Eliseba se emociona com a volta de Oseias para casa. Ela recebe a notícias da ordem do faraó e fica chocada. Henutmire e Leila também ficam surpresas com a decisão de Ramsés. A princesa tira satisfação com o irmão e diz que foi manipulada. Bakenmut vai até a pedreira e seleciona nove escravos para serem mortos e, antes de escolher o décimo, diz o motivo. Todos ficam apreensivos até que Bakenmut para na frente de Nadabe e o encara frente a frente. Arão fica apavorado com a situação.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)