Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/11/2014 15:47

Candidato denuncia vazamento de redação do Enem; PF apura

Uol

Um candidato do Piauí afirmou pelo Facebook ter recebido o tema de redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2014 horas antes do início do segundo dia de provas. De acordo com a postagem, uma imagem da prova foi recebida por ele às 10h47 do domingo (9), horário local. A prova oficial teve início às 12h no Estado.

"E agora???????? Como um exame à nível nacional pode ser totalmente seguro e confiável se o tema da proposta de redação já tinha chegado até em mim", escreveu na rede social.

Em um vídeo publicado na internet, o candidato apresenta um saco plástico lacrado onde teria guardado suas coisas durante a prova. Em seguida, ele tira o celular e liga o aparelho. "Eu fiquei muito surpreso ao ver o tema da redação, né?! E vou mostrar aqui pra vocês", comenta.

Conforme mostrado na tela, eram 14h14 (horário do Piauí) e sem ter conexão com a internet, de acordo com o participante, ele mostra uma imagem bem parecida com a original da prova aplicada no domingo sobre o tema da redação. Ele abre os detalhes do arquivo e exibe a data (9) e o horário em que teria recebido a foto.

"Então quer dizer que varias pessoas, como eu, receberam essa mídia com o tema da redação do Enem. E aí? Como é que fica?", questiona.

Segundo do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), a denúncia do suposto vazamento foi feita ontem (12) e o caso está sendo investigado.

"O Inep esclarece que a Polícia Federal está investigando o caso, já apreendeu o celular e está realizando perícias no aparelho. Desde o início do exame outras denúncias foram recebidas e , quando apuradas, todas se mostraram infundadas. O Inep trabalha em conjunto com a PF para dar, cada vez mais, rigor e segurança à aplicação do exame, garantindo assim a isonomia entre os participantes."

Um inquérito policial para apurar a veracidade ou não dos fatos ocorridos no Piauí foi instaurado pela Polícia Federal nesta quinta-feira (13), segundo nota divulgada. "Foi solicitada a perícia do celular do aluno denunciante e todos os envolvidos no caso já estão sendo ouvidos naquele estado", informou.

Histórico de problemas do Enem
Confusões e erros em edições anteriores abalaram a credibilidade do Enem, que desde 2009 se tornou uma das principais portas de entrada para o ensino superior.

Em 2009, os cadernos de prova foram furtados e divulgados para a imprensa dias antes da data prevista para a aplicação do exame. O MEC (Ministério da Educação) decidiu cancelar a edição da prova.

Já em 2010, os cabeçalhos dos testes de ciências da natureza e ciências humanas vieram trocados. Além disso, nos cadernos amarelos havia questões repetidas e faltantes.

Em novembro do mesmo ano, a PF (Polícia Federal) da Bahia indiciou duas pessoas por violação de sigilo de um dos textos de apoio do tema de redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Juazeiro.

Em 2011, houve vazamento de questões do exame. Alunos de um colégio em Fortaleza postaram nas redes sociais perguntas de um simulado idênticas as aplicadas no Enem. Nesta mesma edição, um fotógrafo conseguiu entrar em local de prova, também em Fortaleza, por falha de fiscalização. Em São Paulo, um repórter do jornal "O Estado de São Paulo" foi convocado em frente a um dos locais para ser fiscal do Enem.

Suposto vazamento da prova do EnemSuposto vazamento da prova do Enem
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)