Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Últimas Notícias

30/07/2003 07:27

Câncer condena 126 mil brasileiros à morte, diz o INCA

Agência Brasil

Previsão do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indica que, este ano, morrerão cerca de 126 mil pessoas dessa doença no Brasil, enquanto 420 mil novos casos deverão ser diagnosticados. A informação é do presidente do Inca, o ex-ministro da Saúde Jamil Haddad. Ele disse que o Instituto está fazendo uma campanha de prevenção da doença, que pode se estender ao resto do país.
Jamil Haddad explicou que, para levar a campanha a um número maior de pessoas, o Instituto está aproveitando a estrutura já existente dos agentes comunitários de saúde e das instituições ligadas ao programa Médicos de Família. O projeto piloto está sendo desenvolvido nos municípios de Caxias, na Baixada Fluminense e em Resende, no sul do Estado.
Segundo o ex-ministro, a idéia é trabalhar com os 7 mil agentes comunitários e as 700 estruturas dos Médicos de Família em todo o estado, para que eles possam orientar a população sobre os cuidados e medidas de prevenção. “Na documentação que eles vão levar, também estarão os pólos onde a população poderá fazer os exames de sangue, ginecológicos e de mama, para que possamos identificar o câncer ainda na fase inicial ou evitar que aconteça”, informou.
Ele disse que as equipes de prevenção do Instituto e do Ministério da Saúde estão se entendendo para definir a estrutura da campanha em todo o território nacional. Para Jamil Haddad, não há dúvida de que a população precisa ser orientada porque é grande a parcela dos que não têm informação sobre a doença. “ Muita gente nem sabe o que quer dizer câncer".
O Instituto Nacional do Câncer é considerado referência pela Organização Mundial de Saúde pelo trabalho de prevenção que desenvolve. Na próxima segunda-feira (04), o presidente do Inca e o ministro da Saúde, Humberto Costa vão receber em Helsinque, na Finlândia, um prêmio internacional pelo programa de antitabagismo desenvolvido pelo governo federal. (Cristina Indio do Brasil)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Setembro de 2020
Sábado, 19 de Setembro de 2020
Sexta, 18 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)