Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/12/2006 08:48

Campo-grandense quer pagar dívidas com o 13°

Gladis Linhares/Vanessa Amin

Pelo quarto ano consecutivo a pesquisa realizada pelo Núcleo de Estudos e
Pesquisas Econômicas e Sociais (NEPES), vinculado a UNIDERP e UNAES, teve
como objetivo conhecer e analisar como os trabalhadores e consumidores de
Campo Grande pretendem utilizar os recursos recebidos do 13º salário e
como desejam comprar os seus presentes de Natal.

"De acordo com a pesquisa, 56,9% são funcionários com carteira assinada.
Houve uma redução de 3,6% em relação a pesquisa do ano passado e isso
mostra que a economia de MS não está caminhando bem", afirma o
coordenador do NEPES, professor Celso Correia de Souza. Mas, até a última
semana de novembro, 41,5% dos assalariados já tinham recebido pelo menos
uma parcela do 13º salário. "Estes números revelam um bom indicativo da
relação de emprego da população economicamente ativa e de parcela de
dinheiro circulando no comércio", justifica.

Quando perguntado aos entrevistados quais são os três principais usos do
dinheiro do 13º salário, 21% indicaram que as suas maiores intenções são
comprar presentes de Natal, 19,9% devem poupar parte do dinheiro e 13,3%,
pagar contas em atraso. "A pesquisa revela nesta questão a grande
intenção dos consumidores em utilizar o dinheiro para quitar dívidas e
retê-lo para as despesas do começo do ano (IPVA, IPTU, escola das
crianças), somando mais de 33,3%", diz Correia. Segundo o professor, a
intenção de 19,9% dos assalariados em poupar parte do dinheiro é um bom
indicativo de que o brasileiro começa a poupar. "Isso é muito bom para o
País. Percebe-se que o trabalhador está endividado, porém mais cauteloso
e apenas 5,8% dos consumidores ainda não sabem o que vão fazer com o
dinheiro do 13º salário", complementa.

Da população economicamente ativa, 55,3% afirma que vai às compras neste
Natal, 32,7% indica que não e 12% ainda não sabe o que vai fazer com o
13º salário. "Como foi observado nos quatro últimos anos de realização da
pesquisa, as compras devem ocorrer na última semana ou na véspera do
Natal, como indicaram 55,6% dos consumidores. Portanto, os comerciantes
devem se prepara para um grande fluxo de consumidores nos dias que
antecedem o Natal", fala Celso.

O Natal de 2006 pode ser um pouco melhor do que o do ano passado. De
acordo com o professor Celso, em 2005 56% dos consumidores pretendiam
investir até R$ 50,00 na compra dos seus presentes, enquanto que em 2006
essa porcentagem caiu para 39,3%. Um total de 25,5% pretende gastar entre
R$ 51 e R$ 100, e 35,2%, acima destes valores. "Portanto, é um Natal mais
promissor, já que 40,4% dos consumidores pretendem pagar as suas compras
à vista, em espécie; 3,6% à vista, mas com cheque e 12,8%, com cartão de
débito. As compras a prazo, com uma baixa indicação, deverão ser feitas
por meio de cartão de crédito (27,6%), carnês das lojas (10,8%) ou cheque
pré-datado (4,4%). Um dado interessante da pesquisa mostra que o uso de
cheques está diminuindo drasticamente", acrescenta Souza. Ele pondera que
os poucos consumidores que indicaram a sua intenção de comprar a prazo,
têm uma preferência de dividir a sua conta em 2 a 4 vezes. "Pagar à vista
e dividir em poucas parcelas as suas compras é novamente uma precaução do
consumidor em não ampliar as suas dívidas para 2007".

A grande maioria dos entrevistados revelou que pretende concentrar as
suas compras em roupas, 22,6%; calçados, 12,1%; perfumaria, 9,6%; e
brinquedos, 9,4%. Outros produtos foram citados, porém em menor escala,
como CD, acessórios, celulares, livros e eletrônicos. "Uma opção que foi
lembrada somente 5,7% dos consumidores, foi a compra de
eletro-eletrônicos, cujos preços estão bastante acessíveis".

Em 2006, contrariando a preferência do ano passado, a maioria
consumidores (47%) prefere fazer as suas compras no Shopping Campo
Grande. Em seguida aparecem as lojas do centro da cidade, preferidas por
44,5% e as lojas dos bairros próximos a moradia do comprador, por 2,8%.
Segundo informações da pesquisa, a decisão da escolha do presente e do
local de compra vai estar caracterizada pelo oferecimento pelo
comerciante de bons preços e descontos (30,5%), forma de pagamento
(15,1%) e marca do produto (11,1%). "Percebe-se que o consumidor está
procurando, é lógico, além da qualidade, as promoções, ou seja, a
possibilidade de optar e escolher os melhores presentes que caibam no
orçamento", fala o coordenador do NEPES.

Para o campo-grandense, as principais prioridades para o ano de 2007 são:
fazer uma viagem de férias (17%), pagar seus estudos e dos familiares
(14,6%), comprar ou trocar o carro (12%) e reformar a casa (10%).

Outro dado apontado pela pesquisa diz respeito a proporção de homens e
mulheres que receberão o 13º salário: 55,8% é do sexo masculino e 44,2%,
do sexo feminino. "Também ficou indicado que os homens estão mais
propensos a presentear do que as mulheres, mas que também pretendem
poupar mais. As mulheres ganham no quesito: pagar contas atrasadas",
fala. Também ficou evidente que enquanto as mulheres têm preferência em
fazer as compras nas vésperas do Natal, os homens preferem fazê-las com
alguns dias de antecedência. "De modo geral, os homens preferem comprar
presentes de maior valor. Tanto a maioria dos homens quanto a de mulheres
tem preferência em presentear com roupas, pagando à vista as suas
compras. Porém, enquanto homens preferem as lojas do centro da cidade, as
mulheres preferem fazer compras no Shopping. Homens preferem investir
mais em carros novos e as mulheres em viagens de férias". Outro ponto
revelado pela pesquisa é que as pessoas mais novas preferem fazer compras
no Shopping, enquanto as mais velhas preferem as lojas do centro de Campo
Grande.

Especificações técnicas – A pesquisa foi realizada entre os dias 22 a 29
de novembro. As 446 pessoas entrevistadas foram voluntárias e não foram
utilizadas quotas proporcionais segundo as variáveis de sexo, grupo de
idade, nível de escolaridade e renda familiar. Foram utilizadas amostras
representativas da população em estudo, caracterizada pelo universo das
pessoas economicamente ativa em Campo Grande e o nível de confiança é
estimado em 95%, com margem de erro máxima estimada de 5%, para mais ou
para menos, sobre os resultados encontrados no total da amostra.
Entrevistas foram realizadas pessoalmente com utilização de questionário
elaborado de acordo com os objetivos da pesquisa, por uma equipe de
entrevistadores e bolsistas de pesquisa do NEPES.

Equipe técnica – A equipe que realizou a pesquisa é coordenada pelo
professor Celso Correia de Souza. A coordenadora de campo é Michelli
Aparecida dos Santos. Como entrevistadores estão: André Luiz Rodrigues
Neto, Aline Cusinato de Araújo, Daniel Santos de Souza, Eduardo Valverde,
Keila Moura da Silva, Leandro Cerejo Cabalheiro Lima, Pryscila Silva de
Azevedo, Samuel David Wick e Simone Volpinni Simonetto; e o trabalho de
digitação e processamento por Emanuelle Rossini e Monik Schimit Roth.



Assessoria de Comunicação - UNIDERP

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)