Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

17/10/2014 14:54

Campo Grande registra primeiro caso de febre chikungunya de Mato Grosso do Sul

Midiamax

Um homem de 34 anos internado desde o dia 23 de setembro recebeu na tarde desta sexta-feira (17) a confirmação de que está com febre chikungunya, uma doença parecida com a dengue e transmitida pelo mesmo mosquito. Ele é morador de Campo Grande e está em tratamento em uma clínica particular da cidade. Este é o primeiro caso confirmado da doença em Mato Grosso do Sul.

Anteriormente, duas pessoas estavam sob suspeita, mas os casos foram descartados após exames. O paciente passa bem e está em tratamento. Ele não teria viajado nos últimos dias e pode ter sido infectado aqui mesmo na Capital.

Desde a semana passada, o Ministério da Saúde passou a adotar critérios clínicos para a confirmação da doença em locais onde foram confirmados por exames os primeiros casos no Brasil.

Até o dia 11 de outubro, 337 casos de febre chikungunya foram confirmados no Brasil. Dos casos, 299 foram transmitidos dentro do país, sendo 274 em Feira de Santana (BA), 17 em Oiapoque (AP), sete em Riachão do Jacuípe (BA) e um em Matozinhos (MG).

Antes da confirmação das primeiras transmissões no Brasil, na primeira quinzena de setembro, haviam sido registrados 38 casos da doença em pessoas que tinham sido contaminadas em outros países, como República Dominicana, Haiti, Venezuela e Guiana Francesa.

Em cidades com alto índice da doença serão considerados os sintomas como febre, dores no corpo de cabeça, e se outras pessoas contraíram a doença nas redondezas.

Assim como a dengue, a febre chikungunya é transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictos, mas só tem um sorotipo, ou seja, cada pessoa só pega a doença uma vez. Os sintomas também são os mesmos da dengue: dor de cabeça, febre, dores musculares e nas articulações e podem durar de três a dez dias.

A doença costuma ser menos grave que a dengue e o paciente costuma ser tratado em casa. O tratamento consiste no alívio dos sintomas com Paracetamol, hidratação e repouso.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)