Cassilândia, Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020

Últimas Notícias

12/02/2020 10:45

Campo Grande: gasolina chega a R$ 4,62 na Capital

Campo Grande News

A gasolina subiu mais do que os R$ 0,24 previstos e ultrapassa os R$ 4,60 em Campo Grande. Já o álcool, baixou cerca de 17 centavos, perto do esperado, embora em muitos postos de combustíveis não tenha ocorrido nenhum centado de queda. O Campo Grande News acompanha na manhã desta quarta-feira (12) a troca dos preços nos estabelecimentos da Capital e cita alguns locais onde ainda dá tempo de abastecer com valores antigos.

No posto Alloy da Avenida Fernando Corrêa da Costa, a equipe chegou na hora que funcionário substituía a placa, anunciando a subida do preço da gasolina de R$ 4,13 para R$ 4,39 – 26 centavos. No estabelecimento, motoristas esperavam para aproveitar o preço antigo quando o novo valor foi divulgado. A reportagem ficou pelo menos meia hora no local e saiu de lá, por volta das 8h15, sem o preço do etanol caísse.

No Ipiranga da Rua 26 de Agosto, a gasolina subiu mais ainda, de R$ 4,19 para R$ 4,47 – 28 centavos –, enquanto o álcool ficou 17 centavos mais barato, caiu de R$ 3,69 para R$ 3,52.

Na mesma rua, o posto da bandeira Taurus também só subiu o preço da gasolina, de R$ 4,04 para R$ 4,24, pelo menos até a hora que a reportagem passou pelo local, por volta das 7h30.

Recorde - O valor mais alto foi encontrado no posto da Petrobras da Avenida Afonso Pena, em frente ao Shopping Campo Grande, por R$ 4,62 no litro da gasolina.

Em outra região da cidade, no posto da Avenida Guaicurus, a gasolina comum agora custa R$ 4,39, R$ 0,20 a mais que ontem. Já na Gury Marques, na unidade Ipiranga, o reajuste é recorde. O valor foi para R$ 4,59 e ontem estava R$ 4,27 - alta de 32 centavos. No local, também não houve alteração no álcool.

E para quem ainda quer aproveitar o valor antigo, algumas empresas ainda não reajustaram a gasolina, como o posto da Avenida Mato Grosso com a Ceará, que continua cobrando R$ 4,19 o litro. O reajuste deve ser feito só às 12h.

Também ainda dá tempo de abastecer no posto Petrobras, da Eduardo Santos Pereira com a Padre João Crippa, porque os preços só serão trocados às 10h. “Para ter lucro, a gente tinha de vender a R$ 4,80”, afirmou Cassiane Biondo, da administração do estabelecimento, sem revelar o quanto o combustível vai encarecer ainda hoje.

Previsão – A partir desta quarta-feira (12), com a lei estadual nº 5434 em vigor, as alíquotas da gasolina sobem de 25% para 30% e do etanol tiveram redução de 25% para 20%.

A previsão do Sinpetro (Sindicato dos Postos de Combustíveis de Lubrificantes de Mato Grosso do Sul) era de que o preço médio da gasolina passasse de R$ 4,24 para R$ 4,48 em Campo Grande – 24 centavos. Já o álcool, que tem custo médio de R$ 3,60 na Capital, deveria recuar para R$ 3,44 – 16 centavos.

O Governo de Mato Grosso do Sul, que decidiu tomar a medida em novembro do ano passado, alega que o objetivo é dar mais competitividade ao etanol produzido no Estado e estimular o consumo interno desse combustível.

Política – Com o aumento do combustível já previsto, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) teve de lidar com o “desafio” do presidente Jair Bolsonaro. O chefe do Executivo federal disse, na semana passada, que reduziria impostos federais que incidem sobre os combustíveis se governadores zerassem o ICMS.

Nessa terça-feira (12), Reinaldo reuniu-se no Fórum de Governadores, em Brasília (DF), para discutir o assunto. Os chefes dos estados defendem que a mudança na alíquota do imposto estadual seja discutida na reforma tributária.

Para o governador, a criação de um Fundo de Ressarcimento dos Estados e a inclusão na Constituição do FPE (Fundo de Participação dos Estados) são condições para que seja possível reduzir o ICMS dos combustíveis.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 03 de Dezembro de 2020
Quarta, 02 de Dezembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)