Cassilândia, Domingo, 27 de Maio de 2018

Últimas Notícias

18/09/2008 15:47

"Campesinos" bolivianos se armam e cercam Santa Cruz

Bira Martins/Campo Grande News

Milhares de "cocaleros", "campesinos" e indígenas favoráveis ao Governo de Evo Morales cercam a cidade de Santa Cruz em cinco pontos de bloqueio.

A marcha até Santa Cruz se deteve para aguardar o diálogo que se inicia hoje entre o governo boliviano e os prefeitos opositores da "meia lua", região que detém a maior parte das riquezas do país e que busca autonomia.

Os manisfestantes ameaçam ingressar na cidade para recuperar as instituições públicas tomadas pelos opositores.

Segundo o presidente da Confederação de Povos Indígenas do Oriente Boliviano, Adolfo Chávez, em todos os pontos de bloqueio os camponeses estão armados de paus, facões, dinamite e armas de fogo.

Mais de 7.000 pessoas estão mobilizadas sobre a ponte Ichilo, na rodovia Cochabamba-Santa Cruz, e o vice presidente das Seis Federações de Cocaleros do Trópico de Cochabamba, Asterio Romero, informa que o movimento está ganhando mais adesões. Asterio anunciou que devem se juntar ao grupo mais 5.000 trabalhadores mineiros e mais grupos cocaleros.

"Vamos avançar a qualquer momento para Santa Cruz, faremos um cerco no segundo anel (a cidade é dividida em setores pelas ruas principais circulares) para pedir ao Conalde (Conselho Nacional Democrático) que apóie a aprovação da nova Constituição que recolheu as demandas de todas as regiões, inclusive das que pretendem a autonomia", diz Romero.

A Administradora Boliviana de Rodovias informou que existem outros quatro pontos de bloqueio, entre Santa Cruz-Camiri, Cochabamba-Santa Cruz (Tiquipaya), Santa Cruz-Trinidad e Santa Cruz-Chané.

Os dirigentes da mobilização afirmam que cerca de 12.000 pessoas já aderiram ao movimento.

O major Juan Carlos Ramos, chefe da Polícia Departamental de Santa Cruz disse que há 48 horas 200 policiais se encontram em cada ponto para evitar enfrentamentos entre opositores do governo e os participantes da marcha.

Com informações do jornal boliviano La Prensa.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 27 de Maio de 2018
Sábado, 26 de Maio de 2018
14:57
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)