Cassilândia, Domingo, 19 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

13/08/2004 13:59

Campanha pela migração de planos de saúde pode voltar

Irene Lôbo/ABr

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) pode retomar a campanha publicitária em que incentiva usuários de planos e seguros de saúde antigos a adequar seus contratos à nova legislação. Na noite desta quinta-feira (12), o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Edson Vidigal, cassou liminar concedida pela Justiça Federal de Pernambuco que impedia a realização da campanha.

“Parece-me mais plausível, pois, restabelecer a fluidez das tarefas da ANS, suspendendo a decisão objeto da demanda. Isto porque a obstrução de todo um serviço público, em razão da irregular atuação de duas entidades privadas consubstancia, de fato, ilegal e excessivo alargamento dos limites do poder de polícia do Estado”, disse Vidigal, referindo-se às supostas irregularidades que teriam sido praticadas pelas operadoras Bradesco Saúde e Sul América.

O ministro da Saúde, Humberto Costa, esteve no gabinete da presidência do STJ para expor os motivos que levaram o governo a pedir a suspensão da liminar. Ele explicou que a ANS retomará a campanha. “Foi restituído o direito do cidadão de optar por um plano de saúde novo em relação ao seu plano anterior”, afirmou Costa.

O Piac (Programa de Incentivo à Adaptação de Contratos), instituído em dezembro de 2003, quer estimular cerca de 22 milhões de beneficiários dos planos antigos a fazer uma adequação de sues contratos. Segundo o programa, é possível fazer a readequação por meio de duas modalidades, a migração e a adaptação. A primeira significa trocar o contrato antigo por um novo. Já a adaptação é a assinatura de termos aditivos ao contrato antigo, mediante reajuste que não poderá ultrapassar 25%.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Novembro de 2017
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 17 de Novembro de 2017
19:49
Cassilândia
10:28
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)