Cassilândia, Domingo, 20 de Maio de 2018

Últimas Notícias

24/04/2015 14:07

Caminhoneiros liberam BR sob ameaça de multa, mas prometem retomar protesto

Campo Grande News
Caminhoneiros liberam BR sob ameaça de multa, mas prometem retomar protesto

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou que aplicaria multa caso os transportadores não retirassem os veículos da rotatória em que cruzam a BR-163 e BR-262, na saída para São Paulo, em Campo Grande, e com isso os manifestantes deixaram o local a cerca de uma hora. No entanto, continua a paralisação no Trevo da Bandeira, cruzamento das rodovias BR-163 e MS-463, em Dourados.

Conforme a polícia, os condutores com veículos parados em Campo Grande e Dourados foram avisados quanto a multa de R$ 10 mil pela hora parada, prevista em decisão judicial na ocasião do protesto anterior; além de penalidades previstas no Código de Trânsito.

Segundo o empresário Valcir Francisco da Silva, os caminhoneiros entrarão com pedido de liminar na Justiça para retomar a paralisação amanhã (25) ou na segunda-feira (27). “Eles nos disseram que iam multar e tivemos alguns minutos para resolver o que fazer. Decidimos sair para evitar multas, mas nosso advogado vai tomar as devidas providências para que possamos ter o direito de protestar”, contou.

Os caminhoneiros querem a criação de uma tabela de frete, além de outras melhorias para o setor. Dessa vez, o protesto tem apoio de integrantes do movimento "Fora Dilma", que estiveram no local com faixas e camisetas. Houve paralisação também na MS-040, na saída para Santa Rita do Pardo, mas os caminhoneiros deixaram o local as 9h30, de acordo com a PRF.

Decisão – Com a retomada das manifestações dos caminhoneiros no país ontem (23), o Governo Federal anunciou que a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) vai publicar hoje (24) uma resolução instituindo o procedimento para criação da tabela de frete.

Mesmo com o anúncio feito ontem a noite, os transportadores aderiram a paralisação em Mato Grosso do Sul e afirmam que não foram notificados dessa decisão do Governo. Os caminhoneiros acreditam que o Governo noticiou a criação da tabela de frete apenas para tentar interromper as manifestações.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 20 de Maio de 2018
Sábado, 19 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)