Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/03/2015 09:43

Caminhoneiros dão trégua e esperam que governo evite colapso no setor

Campo Grande News

Após onze dias de paralisações em rodovias, caminhoneiros resolveram dar trégua para esperar resposta do Governo do Estado quanto as reivindicações para redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do óleo diesel, extensão do pravo de vistoria dos veículos e a instalação de postos específicos para o serviço; além de definição de tabela de preço de frete.

Com isso, as rodovias estaduais não têm bloqueios nesta manhã, segundo a PMRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual). Um dos manifestantes, o empresário Lúcio Lagemann, confirmou a liberação das estradas e informou que os transportadores aguardam reunião com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) nesta tarde.

“O setor entende que a trégua é um tempo para que os governantes acolham as solicitações e façam um estudo para normalizar a situação da classe, que está precária. Estamos a beira de um colapso”, comentou Lúcio, que participará, junto a um grupo de mais de 90 pessoas, de sessão na Assembleia Legislativa nesta manhã, em Campo Grande. “Hoje, vamos fazer uso da tribuna e apresentar todas as reivindicações, com uma comitiva de autônomos e empresários de São Gabriel do Oeste, Dourados e outros municípios”, disse.

Reivindicações – O setor quer que seja estendido o prazo das vistorias do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), de 5 para 10 anos. Para que os motoristas não tenham que se deslocar até a sede do órgão estadual, eles sugerem a instalação de postos específicos nas cooperativas dos caminhoneiros em São Gabriel do Oeste e Campo Grande, de acordo com o diretor jurídico da Cotrapan (Cooperativa de Transportes do Estado de Ms), Carlos Lima.

Quanto ao ICMS do diesel, a solicitação é a redução da alíquota de 17% para 12%. Esse último percentual é o praticado em Estados, como Paraná e São Paulo. Na última quinta-feira (26), o governador disse que considera legítima a paralisação nacional promovida pelos caminhoneiros e a Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) realiza estudos para alterar o percentual, mas somente em junho definirá a redução do ICMS.

Foi publicada, nesta terça-feira (3), a Lei dos Caminhoneiros, que atende reivindicações da categoria. O acordo foi a liberação das estradas em todo o país, com a sansão da lei, que altera carga horária, tempo de horas extras e intervalos; além de perdoar multas por excesso de peso dos caminhões, recebidas nos últimos dois anos, e mudar a responsabilidade sobre o prejuízo, entre outros.

Com isso, nenhuma estrada no país foi bloqueada nesta manhã. Representantes dos caminhoneiros esperam ainda uma reunião com a presidente na próxima terça-feira (10), em Brasília.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)