Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/05/2010 17:12

Câmara Federal quer criar mais 13 Estados no Brasil

Campo Grande News/ Jorge Almoas

Os livros de geografia do Brasil podem passar a ter novo desenho caso alguns projetos que tramitam na Câmara Federal sejam aprovados. Os deputados federais solicitam a criação de mais 13 Estados no Brasil, além de territórios federais.

Em Mato Grosso do Sul, o projeto pretende criar o Território Federal do Pantanal, com parte da área em Mato Grosso. A discussão sobre a divisão do então Mato Grosso nos 1970 ainda inflama os ânimos nas duas unidades federativas. O último episódio da rixa aconteceu durante a escolha das sedes da Copa do Mundo, em julho do ano passado, onde Cuiabá levou vantagem.

Se forem aprovados, os projetos vão dar vida aos Estados de Tapajós e Carajás (no Pará), Gurgueia (Piauí), Araguaia (Mato Grosso), Estado do Rio São Francisco (Bahia), Estado do Triângulo (entre Minas Gerais e Goiás), Maranhão do Sul, Mato Grosso do Norte.

O Brasil pode ganhar ainda cinco territórios federais: Pantanal (MS e MT), Rio Negro, Solimões e Juruá (Amazonas), e do Oiapoque (Amapá).

No Pará, por exemplo, a convocação de dois plebiscitos em caráter de urgência já foi aprovada pela Câmara, para que a população aprove a divisão do território e criação de três novos Estados.

O Território Federal do Pantanal é projeto do deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) e abrange as cidades mato-grossenses de Barão de Melgaço, Cáceres, Poconé, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio do Leverger. Em Mato Grosso do Sul, o Território engloba Aquidauana, Bonito, Corumbá, Coxim, Jardim, Miranda, Porto Murtinho, Sonora, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Ladário, São Gabriel do Oeste, Pedro Gomes, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Rio Negro e Bodoquena.

A população dos municípios chega a mais de 500 mil pessoas.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)