Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

11/05/2004 12:59

Câmara deve votar correção do IR, segundo João Paulo

Ellis Regina/ABr

O presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha (PT-SP), disse hoje que a Casa deve votar a proposta de correção da tabela do Imposto de Renda. Segundo o parlamentar, a idéia é que seja pedida urgência constitucional para votação da matéria assim que a pauta da Câmara seja desobstruída. “O povo, os metalúrgicos estão esperando isso. A Câmara, os deputados querem votar. Vamos trabalhar para votar. O presidente disse que queria isso”, afirmou o deputado em referência ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, em visita a São Bernardo do Campo (SP), abriu espaço para discutir a correção da tabela. O parlamentar disse que pediu ao deputado Carlito Merss (PT-SC), urgência para análise das propostas de correção.

João Paulo fez a declaração no mesmo dia em que o líder do PT na Câmara, Professor Luizinho (PT-SP), afirmou que a correção da tabela somente seria avaliada no final do ano. João Paulo afirmou que a decisão partiu do próprio presidente da República e cabe à Câmara agora cumprir seu papel. “O presidente que disse que queria reajustar. Nós só estamos dando conseqüência ao pedido do presidente”, afirmou.

Hoje quem ganha até R$ 1.058 está isento de imposto. A alíquota de 15% é cobrada de quem tem renda mensal entre R$ 1.058 e R$ 2.115. Quem recebe acima desse valor contribui com alíquota de 27, 5%. A Central Única dos Trabalhadores (CUT) reivindica correção da tabela para repor as perdas com a inflação desde 1996.

O presidente da Câmara designou o deputado Carlito Merss (PT-SC) para consolidar todos os projetos sobre Imposto de Renda em tramitação na Casa e trabalhar em uma sugestão de mudança na tabela do imposto. Essa sugestão será avaliada pelo plenário da Câmara.

João Paulo também comentou a situação dos bingos no país. Ele cobrou uma iniciativa mais rápida do governo em relação a proibição do funcionamento de bingos. “A sociedade brasileira espera que os bingos continuem proibidos no país, já estou achando tarde”, disse. O parlamentar assegurou que a Câmara dos Deputados deve realizar seu trabalho e votar o projeto de lei que o governo enviará ao Congresso para proibição dos jogos.

O presidente da Câmara dos Deputados esclareceu que as duas Casas não devem fazer “nenhuma loucura” em relação ao reajuste do salário mínimo. A medida provisória que elevou o mínimo para R$ 260 deve ser incluída na pauta do plenário da Câmara nesta quinta-feira (13).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)