Cassilândia, Quarta-feira, 24 de Maio de 2017

Últimas Notícias

01/12/2004 15:11

Câmara cria comissão para debater trabalho doméstico

Agência Câmara

O presidente da Câmara, João Paulo Cunha (PT-SP), assinou ato que cria uma comissão especial para estudar e propor leis sobre o trabalho doméstico. A medida foi sugerida pela deputada Luci Choinacki (PT-SC) no relatório da comissão que estudou o empobrecimento das mulheres brasileiras. Os partidos devem agora indicar seus representantes.
Cerca de 40 projetos sobre o trabalho doméstico tramitam atualmente na Casa.
Em todo o País, existem cerca de 6 milhões os trabalhadores domésticos, dos quais apenas cerca de 1 milhão trabalham com carteira assinada. Outras dificuldades da categoria são a jornada que supera as 12 horas de trabalho, a baixa remuneração, a falta de assistência em caso de acidente de trabalho e o assédio sexual no local de trabalho.
Na semana passada, o grupo teatral “Marias do Brasil”, criado por empregadas domésticas em 1988, apresentou na Câmara a peça “Eu Também Sou Mulher”. Na ocasião, as trabalhadoras entregaram ao presidente da Câmara um abaixo assinado pedindo o FGTS obrigatório para a categoria. Uma das propostas em estudo é a dedução de alguns direitos pagos pelo empregador, como o FGTS, do Imposto de Renda.



Da Redação/RO


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 24 de Maio de 2017
14:40
Cassilândia
13:00
Dicas de segurança
10:00
Receita do Dia
Terça, 23 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)