Cassilândia, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

01/04/2005 08:12

Câmara aprova retirada da MP 232 da pauta de votação

Iolando Lourenço/ABr

A decisão do governo de editar nova Medida Provisória para revogar, na MP 232, os dispositivos que tratam do aumento da carga tributária, e validar os que tratam da correção em 10% da tabela do Imposto de Renda Pessoa Física, levou o Plenário da Câmara a aprovar, por unanimidade, requerimento do PPS propondo a retirada da MP 232 da pauta de votação.

Antes de iniciar a discussão da MP 232, os deputados aprovaram pedido do deputado Jorge Bittar (PT-RJ), relator da MP 231, para adiar por uma sessão a discussão da matéria. A MP 231 cria 3,49 mil cargos da Seguridade Social e do Trabalho para o quadro de pessoal do Ministério da Saúde.

As duas MPs passaram a trancar a pauta de votações nesta quinta-feira e, com isso, nenhuma outra matéria poderá ser votada antes delas.

Mesmo com a edição de uma nova Medida Provisória para revogar parte da MP 232, o secretário da Mesa Diretora da Câmara, Mozart Vianna, disse que essa MP precisa ser votada pelos deputados, porque enquanto isso não acontecer, ela continuará trancando a pauta de votações e impedindo a apreciação de outras matérias.

Governistas e oposicionistas comemoraram a edição da nova MP. O líder do PSB, deputado Renato Casagrande (ES), disse que a vitória foi da base aliada, que soube ser paciente e obstruiu as votações para dar tempo de se negociar uma saída que garantisse a correção do IRPF, sem aumento da carga tributária. "Conseguimos retirar da MP todo aumento de impostos e mantivemos a correção do IRPF", disse.

Já o vice-líder do PSDB, deputado Eduardo Paes (RJ), disse que a vitória foi da oposição, que lutou nos últimos dias para rejeitar a parte da MP que aumentava a carga tributária e aprovar a correção da tabela do IRPF. "O que se constata é que foi uma vitória da oposição. O governo poderia ter feito isso no início da semana, quando sentiu que a MP não seria aprovada", afirmou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)