Cassilândia, Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

03/12/2003 06:14

Câmara aprova prorrogação da alíquota de 27,5% do IR

Agência Câmara

O Plenário da Câmara Federal aprovou ontem substitutivo ao Projeto de Lei 1840/03, de autoria do Poder Executivo, que prorroga a alíquota de 27,5% do Imposto de Renda da Pessoa Física. De acordo com a legislação em vigor, a maior alíquota desse imposto retornaria, no próximo ano, a 25% sobre os salários acima de R$ 2,115 mil.
Um acordo entre os partidos da base aliada permitiu a aprovação de uma emenda substitutiva que prorrogou a vigência da alíquota por dois anos, até 31 de dezembro de 2005. Na proposta original do Governo, a alíquota não teria prazo definido de vigência.

TENSÃO NAS VOTAÇÕES
A matéria foi apreciada em duas sessões consecutivas e a votação transcorreu com tensão entre os líderes partidários. Na discussão do projeto, o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) criticou o Governo pela manutenção do aumento argumentando que ele “pretende tornar perene a cobrança de 27,5% do Imposto de Renda, o que significa reduzir o poder aquisitivo de milhões de brasileiros que pagam o imposto nessa faixa, quando a economia diminuiu esse poder aquisitivo em 12%”.
O líder do PFL, José Carlos Aleluia (BA), concorda com a afirmação de que a manutenção da alíquota de 27,5% diminui a renda dos assalariados. “O que pretende esse Governo, afinal de contas? Está empobrecendo a sociedade. Essa é uma lei de rendimentos decrescentes: como a renda caiu, a receita do Imposto de Renda caiu e o Governo acrescenta mais alíquota para cair ainda mais a renda da sociedade”, argumentou.
A favor do projeto, o deputado Luiz Sérgio (PT-RJ) recordou que os partidos que estão hoje na Oposição apoiaram a permanência do aumento por todo o mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “O que não dá para aceitar é que aqueles que no passado criaram toda essa situação queiram que nós, do PT, no primeiro ano de governo, façamos a correção que eles não fizeram em oito anos”, observou.



Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Patricia Roedel


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 01 de Outubro de 2020
Quarta, 30 de Setembro de 2020
17:50
Ituiutaba, Minas Gerais: confira o boletim coronavírus desta quarta-feira
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)