Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

29/01/2004 07:41

Câmara aprova MP do setor elétrico

Agência Câmara

O Plenário aprovou nesta quarta-feira a Medida Provisória 144/03, que altera as regras de comercialização da energia elétrica, na forma de um projeto de lei de conversão apresentado pelo relator da matéria, deputado Fernando Ferro (PT-PE). A apreciação da medida começou de manhã, quando o deputado ofereceu o parecer e se estendeu por todo o dia devido ao trabalho de obstrução da Oposição.

MUDANÇAS
Das 766 emendas apresentadas, o relator considerou que 259 eram não coincidentes entre si e, destas, ele acatou 120 total ou parcialmente. Entre as principais novidades introduzidas, estão a exclusão do Programa Nacional de Desestatização (PND) das empresas federais do setor - como a Eletrobrás, a Eletronorte e a Chesf - e a possibilidade de compra e venda de energia elétrica para entrega futura em operações que poderão ser financiadas pelos bancos até o final deste ano.
Também foram incluídas no projeto a previsão de criação de um Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), para acompanhar e avaliar a segurança do suprimento de energia, e a possibilidade de prorrogação das concessões de geração de energia elétrica anteriores à edição da MP. A prorrogação era eliminada no texto original do Executivo.
Os parlamentares favoráveis à matéria destacaram os benefícios ao consumidor final. Segundo o deputado Vicente Cascione (PTB-SP), “não haverá mais leilão pelo maior ágio, que sobrecarregava as tarifas que os consumidores tinham de pagar”, referindo-se ao leilão pelo menor preço de tarifa que prevalecerá no novo modelo.
Aqueles que se pronunciaram contra a MP criticaram a falta de investimentos do setor privado que ocorreria no futuro. Para o deputado Rodrigo Maia (PFL-RJ), a nova regra “gera instabilidade e afugenta os investidores e quando houver mais uma crise do setor elétrico, haverá um aumento da tarifa, porque quem paga a conta sempre é a população”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)