Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/07/2007 19:47

Câmara aprova limite para cobrança de dívida em atraso

Agência Câmara

A Câmara aprovou na quarta-feira (4) projeto de lei (PL 5765/05) do deputado Celso Russomanno (PP-SP) que restringe a cobrança de taxas judiciais e de honorários advocatícios referentes a ações judiciais das empresas sobre dívidas de consumidores. A proposta, aprovada em caráter conclusivo pela Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania, seguirá para a análise do Senado.

De acordo com o projeto, o consumidor só terá de pagar as taxas e honorários se a Justiça o determinar. A única taxa que poderá ser cobrada do consumidor será a multa de 2% do valor da prestação e os juros legais. O texto veda a cobrança de juros sobre juros. Sobre a parcela em atraso, caberão apenas juros simples, proporcionais aos dias de atraso. Logo, o consumidor que atrasar 15 dias estará obrigado a pagar apenas metade dos juros projetados para um mês.

A proposta foi aprovada com emenda da Comissão de Defesa do Consumidor que proíbe a cobrança de qualquer valor que não esteja previsto em contrato. No caso de o consumidor pagar quantia cobrada indevidamente, o projeto mantém o direito de receber de volta o dobro do valor pago, acrescido de correção monetária e juros legais.

Regras atuais
Atualmente, o Código de Defesa do Consumidor proíbe a cobrança de multa superior a 2% em relação a dívidas não quitadas até o vencimento, mas não prevê limites para taxas ou honorários. O Código Civil estipula juros máximos de 0,5% ao mês, mas o contrato pode estabelecer até o dobro desse percentual se houver acordo entre as partes, além de correção monetária. Esses limites, porém, não se aplicam a instituições financeiras, que estão sujeitas às regras do Conselho Monetário Nacional (CNM).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)