Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

03/03/2006 11:13

Câmara aprova envio de sentença judicial a vítima

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou, em dezembro passado, o Projeto de Lei 4918/05, do deputado Fernando Coruja (PPS-SC), que obriga a Justiça a enviar cópias das sentenças penais às vítimas de crimes ou, em sua ausência, aos seus parentes mais próximos (cônjuges, descendentes ou ascendentes). Atualmente, apenas os réus e seus advogados recebem as sentenças por escrito, como determina o Código de Processo Penal.
O relator da proposta, deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), afirmou que o envio da sentença tornará mais visível o trabalho da Justiça e auxiliará a sociedade a exercer de maneira mais eficaz o controle social do Poder Judiciário. No parecer, o relator modificou a redação do projeto, sem alterar seu conteúdo.

Direito à informação
Inicialmente, a proposta teve como relator o deputado Vicente Arruda (PSDB-CE), que recomendou a sua rejeição. Ele argumentou que os cidadãos já têm garantido, no próprio Código de Processo Penal, o direito de se informar sobre as sentenças, caso seja do seu interesse. Esse parecer, porém, foi rejeitado pela comissão.
O deputado Luiz Eduardo Greenhalgh foi, então, encarregado de elaborar um novo parecer. Ele lembrou que o Código de Processo Penal já prevê a participação da vítima como assistente do Ministério Público na ação, o que lhe garante o direito de ser informado sobre os atos do processo criminal em que figura como interessado. O parlamentar destacou, no entanto, que a vítima raramente participa como assistente do processo penal e sequer busca tomar conhecimento da atuação do Judiciário no caso. Essa falta de informação, segundo Greenhalgh, contribui para aumentar a sensação de impunidade e a prática de crimes no País.
A redução da sensação de impunidade foi um dos objetivos citados por Fernando Coruja ao apresentar o projeto.

Tramitação
O projeto foi aprovado em caráter conclusivo e será encaminhado para o Senado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)