Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/06/2016 17:41

Calleri marca duas vezes, é expulso e São Paulo fina no 2 a 2 com Flamengo

FPF

Com um pênalti desperdiçado por Alan Patrick aos 47 minutos da etapa final, o Flamengo ficou no empate por 2 a 2 diante do São Paulo na tarde deste domingo, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela nona rodada do Brasileirão. O clube carioca jogou boa parte do segundo tempo com um homem a mais com a expulsão de Calleri.

Com o resultado, o Flamengo desperdiça boa oportunidade de terminar no G4. O clube carioca soma 14 pontos, assim como o São Paulo, que leva a melhor no saldo de gols, 2 a 1. Palmeiras, Internacional, Corinthians e Grêmio são os quatro primeiros colocados.

O Flamengo mandou o jogo para Mané Garrincha e acelerou o ritmo para superar o São Paulo, que precisou de 11 minutos para abrir o marcador. Ganso lançou Calleri em profundidade. O atacante aproveitou do escorregão de Marcio Araújo para sair na cara do gol e tocar no canto esquerdo de Muralha.

Apesar do gol, o Flamengo não se encolheu e seguiu em cima do São Paulo. Aos 22 minutos, Jorge fez boa jogada pelo lado esquerdo, passou como quis por Bruno e cruzou. Denis espalmou em cima de Rodrigo Caio. A bola bateu no zagueiro e parou no fundo das redes. O goleiro se recuperou, na sequência, ao defender um belo chute de Alan Patrick, no ângulo.

Os minutos finais foram todos do Flamengo. Felipe Vizeu passou por Rodrigo Caio e obrigou Denis a fazer mais uma grande defesa. O goleiro ainda pegou outra, no último lance, na tentativa de longe de Márcio Araújo.

O segundo tempo começou com muita emoção. Os dois clubes buscavam o gol a todo momento e foi o São Paulo quem se colocou novamente na frente do marcador. Kelvin recebeu pela direita e lançou na cabeça de Calleri, que deu apenas um leve desvio para fazer o seu segundo na partida.

O empate não demorou a sair. Aos 13 minutos, em cobrança de falta de Alan Patrick, Willian Arão testou firme para o gol. A situação complicou ainda mais para o São Paulo quando Calleri, por reclamação, acabou sendo expulso. Com um homem a menos, a equipe paulista recuou e deu campo para o Flamengo contragolpear.

Aos 34 minutos, em cobrança de falta de Alan Patrick, Fernandinho desviou e mandou na trave. Aos 47, Maicon ergueu o pé dentro da área e atingiu Emerson Sheik: penalidade máxima. Na cobrança, Alan Patrick jogou para fora, desperdiçando a última oportunidade de sair com os três pontos.

Na próxima rodada o Flamengo visita o Santa Cruz na quarta-feira, às 21h, no Estádio do Arruda, em Recife. Na quinta, o São Paulo recebe o Sport, às 21h, no Morumbi.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)