Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/12/2009 09:55

Caldeira diz ser o "único brasileiro" apto a vencer

Site oficial da São Silvestre/ Bruno Ceccon

Ganhador da edição de 2006 da Corrida Internacional de São Silvestre, Franck Caldeira foi o último brasileiro a vencer a prova paulistana. Ao chegar ao hotel que abriga os corredores na tarde de terça-feira, ele se apresentou como o único competidor nacional em condição de concorrer com os favoritos africanos na diputa desta quinta.

"Respeito todos os brasileiros e estrangeiros, mas acredito ser o único brasileiro que tem a glória de Deus e o talento de poder brigar de igual para igual com essas feras depois do Marilson (Gomes dos Santos, bicampeão) e do Vanderlei (Cordeiro de Lima)", declarou Caldeira.

Desde 1992, ano em que Simon Chemwoyo conquistou a primeira vitória do Quênia na prova masculina da São Silvestre, os africanos contabilizam 12 triunfos contra apenas cinco dos brasileiros. Após o sucesso de Caldeira em 2006, Robert Cheruiyot ganhou em 2007 e James Kipsang, em 2008 (ambos são do Quênia).

"Tenho a esperança de fazer com que essa vitória fique no Brasil. É importante não só para o esporte nacional, mas também no aspecto pessoal ter a oportunidade de subir ao pódio como primeiro colocado novamente. A São Silvestre é uma prova difícil e dá para contar nos dedos o atleta que consegue esse feito", disse.

Apesar de mostrar confiança no bicampeonato, Caldeira admite que os africanos preocupam. "Eu tenho um medo entre aspas. Na verdade, o que eu tenho em relação a eles é um pé atrás. Tem que ter cuidado com eles. Os africanos são os grandes rivais do Brasil, como a Argentina é no futebol", explicou.

Campeão da São Silvestre nas temporadas de 2002, 2004 e 2007, Robert Cheruiyot é o principal favorito para a prova deste ano ao lado de James Kipsang, que triunfou no ano passado. Os nomes de peso, no entanto, não são suficientes para desanimar Franck Caldeira.

"Sinto mais confiança do que no ano que venci. Estou motivado, esperançoso e feliz. Isso é importante. Independente de quem esteja na prova, acredito mais no Brasil e no potencial que tenho", explicou Caldeira, que se preparou para a São Silvestre na altitude da cidade de Campos do Jordão.

Ele venceu em 2006 com o tempo de 44min07s e ficou a menos de um minuto do recorde estabelecido pelo queniano Paul Tergat em 1995 (43min12s). "Aqui é Brasil, é chuva e poça d'água ou calor demais e alta umidade relativa do ar. Vencer essas feras africanas seria mais do que um recorde", sonhou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)