Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/02/2011 02:43

Caixa veta financiamento para casas que ficam em bairros sem asfalto

Fabiano Arruda, Campo Grande News

A Caixa Econômica Federal implementou uma série de restrições para financiamento no programa Minha Casa Minha Vida. Entre elas, passa a ser proibida a concessão do crédito imobiliário para casas que ficam em bairros sem asfalto.

Corretores de imóveis já temem que a decisão afete o consumidor da classe baixa, pois terrenos em locais asfaltados encarecem o valor final do imóvel. A instituição alega que a medida é só uma “atualização” no programa.

“Isso vai onerar o consumidor menos favorecido”, considera Eli Rodrigues, corretor de imóveis em Campo Grande há 30 anos. Em valores práticos, ele aponta que, uma residência que custaria entre R$ 50 e R$ 70 mil numa rua não pavimentada, saltaria facilmente para R$ 95 mil.

“Hoje é difícil encontrar um terreno por menos de R$ 50 mil em ruas pavimentas em Campo Grande. Com preço de terrenos assim, fica evidente que o valor final é inviável para clientes de baixa renda”, pontua.

Outra profissional do setor enviou email ao Campo Grande News nesta quinta-feira e demonstrou preocupação. “A nominativa da CEF em aprovar só em ruas asfaltadas frustra não só os construtores, mas também os compradores de baixa renda, que sonham com a casa própria”, comenta.

Caixa - Em nota, a CEF diz que as exigências de que o empreendimento esteja localizado “na malha urbana, seja dotado de vias de acesso pavimentada e de soluções para abastecimento de água, energia elétrica, esgoto pluvial e sanitário” prevalecia desde o lançamento do Minha Casa Minha Vida.

A nota divulgada pela instituição ainda explica que a “referida alteração, portanto, fez apenas com que fosse dado tratamento igualitário entre as exigências apresentadas para os casos em que a CAIXA financia a produção do empreendimento em relação àqueles em que o banco financia apenas a comercialização das unidades finais”.

“A medida tem por fim garantir a qualidade e as condições de habitabilidade dos imóveis e, portanto, visa a resguardar os interesses das famílias que adquirem essas moradias”, finaliza a nota.

Os contratos antes assinados pela Caixa, que se encaixam neste caso, não seriam afetados.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)