Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/08/2007 08:29

Cai no STF lei que criou 145 cargos comissionados no TCE

O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) declarou nesta terça-feira a inconstitucionalidade da lei 1939, aprovada em 1998 pela Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, criando 145 cargos comissionados no TCE (Tribunal de Contas do Estado) e no Ministério Público Especial do Tribunal de Contas. A ação corria desde abril do ano passado. A ação foi movida pela Conselho Federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), à pedido da secção regional.

Ao questionar a lei, a Ordem argumentou que a Constituição Federal, no inciso V do artigo 37, estabelece que os cargos comissionados devem se destinar somente às funções de direção, chefia e assessoramento, mas a lei estadual criou vagas de assistentes técnicos, secretários, supervisores de segurança, agente de cartório e motorista.

Por unanimidade, os ministros seguiram o voto do relator, ministro Gilmar Mendes, pela procedência da ação. O magistrado afirma em seu voto que os cargos em comissão criados pela lei tratam-se, na verdade, de cargos técnicos para diversas áreas e, portando, não preenchem o caráter de direção, chefia ou assessoramento – conhecidos como DAS.

O julgamento de ontem foi uma resposta a um recurso que havia sido interposto, em junho, pela Confederação dos Servidores Públicos do Brasil. A matéria chegou a ter julgamento marcado para aquele mês, mas foi adiado e acabou sendo concluído ontem.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)