Cassilândia, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/11/2013 06:47

Caetano Veloso alfineta Roberto Carlos: 'apanhamos e ele vem de Rei'

Jornal do Brasil

Ambos fazem parte da associação Procure Saber, que está no olho do furacão quando o assunto são as biografias não autorizadas. Porém, Caetano Veloso vem se estranhando com Roberto Carlos, que tem tido destaque com sua postura arbitrária contra a publicação de livros que contam a história da vida dos artistas. Apesar de estarem do mesmo lado, o cantor baiano acusa o "rei" de só aparecer agora, depois que os outros já apanharam bastante em redes sociais.

"Roberto Carlos só apareceu agora, quando da mudança de tom. Apanhamos muito da mídia e das redes, ele vem de Rei. É o normal da nossa vida. Chico era o mais próximo da posição dele; eu, o mais distante. De minha parte, apesar de toda a tensão, continuo achando que estamos progredindo. Assunto global quente, o Brasil não pode tratar tolamente", escreveu em sua coluna no jornal O Globo, neste domingo (3/11).

Caetano também esclareceu sua posição na polêmica da autorização prévia para as biografias. "Pode-se dizer que Roberto Carlos esteja se dirigindo ao público num tom de quem admite que o tema seja discutido, não como quem veta a hipótese de qualquer relativização da obrigatoriedade de autorização prévia. Mas isso porque Roberto era tido e sabido como o inimigo número um da invasão da privacidade. É notório que não era o meu caso, mas também ficou claro não ser o de Gil, Paulinha ou Djavan", escreveu.

"A defesa da intimidade é assunto palpitante no mundo atual. Não apenas a facilidade de entrar em correspondência eletrônica exibida pelas novas tecnologias, mas também casos como o esforço inglês de conter os terríveis abusos a que chegou sua imprensa tradicionalmente bisbilhoteira", ressaltou.

Na noite da última terça-feira (29), Roberto Carlos, Gilberto Gil e Erasmo Carlos - que fazem parte do grupo Procure Saber - gravaram um vídeo para esclarecer a posição em relação às biografias não autorizadas. Os músicos mostraram uma postura diferente do que vinham defendendo e reafirmaram diversas vezes que não estão querendo censurar ninguém.

A polêmica sobre a publicação de biografias está sendo julgada no Supremo Tribunal Federal. A Associação Nacional dos Editores de Livros move uma ação que questiona artigos do Código Civil. Um deles diz que é preciso autorização para a publicação ou uso de imagem de alguém.

Em 2007, Roberto Carlos processou o jornalista e historiador Paulo César de Araújo, autor de Roberto Carlos - Em Detalhes, e conseguiu que o livro fosse recolhido das lojas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)