Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/11/2015 11:00

Brincadeira é coisa séria

Portal Educação Física

 

As brincadeiras devem fazer parte da rotina da maioria das crianças no mundo todo e são consideradas essenciais para o desenvolvimento adequado dos pequenos. E não é para menos, afinal, além de entreter e divertir os mesmos, elas têm o papel de estimular o desenvolvimento infantil, aprimorar a linguagem, melhorar a capacidade de concentração, de raciocínio e de coordenação motora. Conforme a brincadeira, a criança realiza atividade física, reduz a ansiedade e agressividade e ainda ensina a criança a lidar com as frustrações.

Segundo Dra. Natasha Slhessarenko, pediatra que integra o corpo clínico do Delboni Medicina Diagnóstica, quando a criança brinca, mesmo que seja sozinha, ela organiza o pensamento, melhora sua capacidade de resolver problemas e apura sua criatividade. Não é necessário que seja com brinquedos caros, muito pelo contrário, brincadeiras e brinquedos simples podem ter efeito importantíssimo no desenvolvimento neuropsicomotor das crianças.

“O faz de conta ajuda a consolidar a autoestima na criança. Durante as brincadeiras lúdicas, ela começa a refletir sobre a resolução de problemas em determinadas situações, e se sente capaz de realizar seus objetivos”, salienta a médica.

Cada tipo de brincadeira proporciona um aprendizado diferente. Os jogos, por exemplo, desenvolvem habilidades sociais e a linguagem dos pequenos, pois os estimulam a dialogar e negociar com os amigos. “No dia a dia os pais precisam incentivar as crianças a brincarem e devem participar das brincadeiras junto com seus filhos. “Mande embora o cansaço e o estresse de um dia de trabalho e relaxe ao lado do seu pequeno brincando”, sugere a pediatra.

Além de oferecer espaço e material para elas, é importante estimular a sociabilização com os colegas da escola, da vizinhança, primos e irmãos. “Aproveite para brincar com seus filhos quando está em casa, numa fila, num restaurante, quando estão no carro, num trânsito pesado, enfim, esteja sempre interagindo ludicamente com seu filho, esta atitude criará vínculos afetivos sólidos, muita cumplicidade, além de divertir e tornar feliz um momento”, reforça a pediatra.

Entretanto, vale lembrar que a brincadeira não deve ser confundida com certos tipos de lição, uma vez que esse momento só será prazeroso se não houver cobranças. Quando os pais tentam acelerar o aprendizado transformando as brincadeiras em lições sobre números, por exemplo, a criança pode perder o encanto pela brincadeira.

“Os pais podem brincar com seus filhos, desde que respeitem sua individualidade e os permitam liderar as brincadeiras. Também tente não apostar com seu filho, pois a competição pode afastar a criança da interação”, afirma Dra. Natasha.

Cada etapa de vida da criança exige formas e meios diferentes para brincar. Os bebês precisam de alguém que o estimule e mantenha as brincadeiras. Já as crianças pequenas têm um pouco mais de independência. Conforme ela vai crescendo, a presença dos pais passa a não ser mais requisitada, mas mesmo assim ainda é possível contribuir com comentários e sugestões de novas brincadeiras e jogos. Procure estimular e promover gincanas, brincadeiras ao ar livre, jogos com seus filhos e os amigos, qualquer que seja a idade, as crianças irão se divertir, estreitar laços de amizade, se exercitar e desenvolver habilidades.

“É muito importante que os pais e a família curtam essa fase, aproveitando para brincar com as crianças e conhecê-las melhor. Esses momentos ficarão guardados na memória e ajudarão na construção de um relacionamento de muita cumplicidade entre pais e filhos”, finaliza Dra. Natasha.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)