Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/07/2015 17:00

Brasileiro troca sanduíche de queijo e vitamina por café e pão na chapa

Portal R7

 

Já é hábito do brasileiro e, sobretudo, do paulistano: café da manhã é na padaria! Apesar da crise econômica e da alta de 8,3% neste ano para manter esse hábito na rotina, segundo a inflação oficial, o brasileiro não abre mão de fazer a primeira alimentação do dia no balcão da padaria.

Para aliviar o bolso, porém, o consumidor trocou o sanduíche de queijo branco e a vitamina por um café com leite e o tradicional pão com manteiga, explica o presidente do Sindipan (Sindicato da Panificação), Antero José Pereira.

— Aquele cidadão que chegava na padaria e pedia um sanduíche de queijo branco e uma vitamina ou um suco de laranja, agora pede um café com leite e um pão com manteiga ou uma média e um pão com manteiga. Houve uma redução no tíquete médio dentro da padaria.

Leia mais notícias de Economia

Além de perceber a substituição do pedido do cliente, as padarias também sentiram uma diminuição nas vendas de itens mais sofisticados, como vinhos, embutidos e almoços, de acordo com Pereira.

Pãozinho francês

Por outro lado, as vendas de pãozinho francês continuam em alta e o produto driblou a crise econômica — só em São Paulo, são mais de 15 milhões de unidades vendidas todos os dias. Embora o Brasil compre o trigo principalmente da Argentina, Canadá e Estados Unidos e o preço do insumo seja cotado em dólar, o preço do pão se manterá estável em 2015, garante o presidente do Sindipan.

— Apesar de ser usado para determinar o preço da farinha, o dólar ainda não nos afetou. Hoje temos um preço da farinha praticamente igual ao do ano passado. [...] O mundo está abarrotado de trigo. Com isso, mesmo com a desvalorização do real frente ao dólar, o trigo se manteve estável e os nossos moinhos conseguiram manter a estabilidade da farinha.

Pereira admite que, se as padarias tivessem que repassar a escalada da moeda americana para o consumidor, “haveria aumento do pãozinho de mais de 50% e o pão estaria na estratosfera”. Apesar de o dólar não afetar no preço do pão, Pereira ressalta que outros custos subiram nos últimos meses.

— Os maiores custos que temos dentro da padaria para fazer o pão é a energia elétrica, que aumentou quase 80% em São Paulo, a água, que varia muito por causa dos programas de economia do governo; e a mão de obra, que está recebendo um pouco melhor porque as padarias não querem perder os profissionais bem qualificados.

Postos de trabalho

Embora o último dado do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) indique o pior resultado do desemprego para o mês de junho dos últimos cinco anos, o setor de panificação não demitiu em massa e consegue manter o nível de empregos formais. O motivo, segundo o presidente do Sindipan, é a dificuldade de qualificação da mão de obra para o setor.

— O setor da panificação não está admitindo, mas também não está demitindo a mão de obra existente. Embora algumas [padarias] precisassem demitir, a gente sabe da dificuldade que existe na formação de outra mão de obra. Capacitar novamente demora muito.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)