Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

24/02/2016 08:30

Brasileirão pode ter “árbitro de vídeo” ainda este ano

Gazeta Esportiva

O uso de tecnologia para auxiliar os árbitros brasileiros está cada vez mais perto de se tornar realidade. Nesta terça-feira, em reunião em Londres, a CBF apresentou seu projeto de “árbitro de vídeo” (AV) à IFAB (International Football Association Board), órgão responsável pelas regulamentação do futebol, e os testes poderão ser iniciados já no Campeonato Brasileiro deste ano.

O projeto será levado para votação na IFAB nos dias de 4 a 6 de março, em Cardiff, no País de Gales. Se a questão passar pelo crivo da entidade com pelo menos seis dos oito votos, a CBF terá cinco meses para adquirir os equipamentos, preparar os árbitros que ficarão no vídeo e ajustar questões logísticas para, aí sim, estrear a nova tecnologia como um teste no Brasileirão a partir de agosto.

Se aprovado o projeto, a Série A brasileira se tornará pioneira no uso de recursos visuais para auxiliar a arbitragem do futebol. Em outros esportes, como basquete, vôlei e tênis, o vídeo é parte crucial no trabalho dos árbitros.

“Sabemos que é impossível a seres humanos atingir o índice de erro zero na arbitragem. Queremos que o Brasil tome a liderança no processo de introdução da tecnologia no futebol e que sirva de referência para outros campeonatos no mundo”, disse o ex-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, em setembro do ano passado, quando a CBF elaborou a pauta do projeto após diversas reclamações dos clubes brasileiros por conta de sucessivos erros de arbitragem no Brasileirão.

O que é o árbitro de vídeo (também conhecido como AV)?

O projeto define que, em cada partida, haverá um árbitro responsável por assistir à partida por um televisor e detectar possíveis “erros técnicos ou disciplinares claros e indiscutíveis” nos seguintes tipos de lance:

a) Dúvida se a bola entrou ou não no gol;
b) Saídas da bola pela linha de meta, quando na mesma jogada ou contexto for marcado gol ou pênalti;
c) Definição do local de tiros livres diretos, ocorridos nos limites da grande área, para definir se houve ou não pênalti;
d) Gols e pênaltis marcados, possibilitados e evitados em razão de erro em lances de faltas claras/indiscutíveis, não vistas ou marcadas de modo claramente equivocado
e) Impedimentos por interferência no jogo, caso na mesma jogada haja gol ou pênalti;
f) Jogo brusco grave ou agressão física (conduta violenta) indiscutíveis não vistos ou mal decididos pela arbitragem;

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)