Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/11/2006 06:23

Brasil vira contra Rússia e vai à semifinal invicto

Osaka (Japão) - Na primeira “decisão” do Campeonato Mundial feminino de vôlei, a seleção brasileira se saiu muito bem. No clássico contra a Rússia, a equipe comandada por José Roberto Guimarães fez uma de suas melhores apresentações até agora e venceu de virada, por 3 a 1, parciais de 27/29, 25/14, 27/25 e 25/22, em 1h40, em jogo marcado pelo alto nível e pela rivalidade.
O triunfo foi nada menos que o nono seguido no Mundial e manteve o país como o único invicto. Mais do que isso, ganhou o confronto contra a outra líder – e até então também sem derrotas – e terminou o grupo F na primeira posição, com pontuação máxima (14). Agora, vai à semifinal contra o segundo colocado do grupo E, provavelmente a Sérvia e Montenegro.

Já a Rússia, que perdeu a invencibilidade neste domingo, ficou em segundo lugar e pega na semifinal a primeira da outra chave, com grande possibilidade de ser a Itália. Todas as equipes classificadas ganham folga nesta segunda e terça-feira e só voltam à quadra na quarta, novamente em Osaka. A final acontece no domingo.

Ao contrário do que era previsto – e do que os próprios treinadores chegaram a cogitar -, ambas seleções entraram em quadra com suas formações titulares. A única ausência foi mesmo da atacante russa Sokolova, uma das principais jogadoras do país. Ela sofreu contusão muscular na partida do sábado, contra os EUA, e foi poupada.

Pelo lado brasileiro, Zé Roberto pôs em quadra a força máxima e teve como principal destaque a oposto Sheilla, com atuação brilhante no ataque. As meio-de-rede Fabiana e Walewska também estiveram impecáveis no bloqueio. O saque forçado foi fundamental para dificultar a defesa russa, que mais uma vez dependeu das bolas altas de Gamova e Godina.

O duelo apresentou equilíbrio e somente o segundo set destoou, com grande desempenho das brasileiras. No quarto, uma provocação exagerada de Merkulova em bloqueio resultou em princípio de confusão, com Fabiana indo para cima e fazendo gestos obscenos para as rivais na saída para o tempo técnico.

E foi com seguidas trocas de liderança que o jogo começou. A Rússia saiu na frente com Godina, a melhor sacadora do torneio, abrindo boa passagem em 4 a 1. O Brasil recuperou terreno, empatou e travou boa disputa até o 8 a 7. As rivais então abriram, mas perderam espaço novamente e viram as brasileiras chegarem com força a 21 a 19, após dois bloqueios seguidos.

A seleção brasileira não soube aproveitar a frente e permitiu que as adversárias passassem em 24 a 23, com set point. A partir daí iniciou-se uma longa disputa, com a equipe de Zé Roberto apenas se defendendo e evitando a derrota. No entanto, na quinta oportunidade, Sheilla errou um ataque e a Rússia fechou em 29 a 27, com Godina como maior destaque (nove pontos).

A derrota apertada não tirou o ânimo das brasileiras. Pelo contrário, a reação foi imediata, com avanço de 5 a 1, após boa seqüência de Sassá no serviço. A vantagem a partir daí só cresceu, passando a 11 a 4 e chegando a dez no segundo tempo técnico (16 a 6). Com ace de Fofão e bloqueio de Fabiana foi a 14 (20 a 6) e s ó não terminou ainda mais arrasador após pequeno descuido. No final, show e 25 a 14.

Mais animado, o grupo seguiu forte na terceira parcial, com 8 a 6. Sheilla manteve o alto nível e virava praticamente todas. Além disso, conseguiu ótima série de saques (seis seguidos) para abrir 10 a 6. A Rússia se recuperou e ainda passou à frente, mas o Brasil voltou a jogar bem e chegou a ter 22 a 19.

Assim como o primeiro set, porém, as russas equilibraram e o jogo ganhou em emoção. Foram as européias que tiveram o primeiro set point, em 24 a 23, mas a vantagem caiu logo para o Brasil após bloqueio de Fabiana. Com 26 a 25, novo bloqueio de Fabiana pôs números finais: 27 a 25 e 2 sets a 1 de vantagem.

O quarto set também foi emocionante e equilibrado, mas com a equipe nacional sempre à frente. A vantagem chegou a 11 a 7 e poderia ter ficado em 16 a 13, não fosse uma decisão polêmica da arbitragem, que irritou Zé Roberto. O técnico reclamou intensamente e levou o cartão amarelo, fazendo com o que o duelo ficasse empatado em 15 a 15.

Logo em seguida, Merkulova bloqueou Fabiana e provocou de frente, levando o time brasileiro à loucura. As jogadoras foram para cima e por pouco não brigaram. Fabiana saiu irritada, fazendo gestos às adversárias, mas o jogo seguiu. E seguiu bem para nossas jogadoras. Mais calmas, elas retomaram a ponta no 20 a 19 e se mantiveram bem. Mari conseguiu seu primeiro ponto e Fabiana fechou com jogada no meio.

Por: Gazeta Esportiva

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)