Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/03/2004 19:02

Brasil terá 32 milhões de idosos em 2005

Paula Menna Barreto / ABr

O Brasil deixou de ser jovem. Hoje, 15 milhões de pessoas têm mais de 60 anos de idade. E já no ano que vem, o Brasil será o 6º país do mundo com o maior número de idosos. Serão 32 milhões, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referentes ao ano 2000, registram quase 25 mil brasileiros com idade acima de 100 anos. A informação é surpreendente para a coordenadora do Programa de Saúde do Idoso, do Ministério da Saúde, Neidil Espínola. “Esse número é inacreditável”, comenta, ao confirmar os dados.

Por isso, envelhecimento passou a ser assunto sério. O Ministério da Saúde, por exemplo, gasta R$ 7 bilhões anualmente com a saúde do idoso. Na campanha de vacinação do ano passado, foram distribuídas 16 milhões de doses de vacinas contra a gripe. Um gasto de quase R$ 100 milhões só na compra das vacinas.

O Ministério da Saúde garante que já atende ou deve concluir, nos próximos meses, todos os pontos do Estatuto do Idoso. A coordenadora Neidil Espínola diz que duas questões são importantes: garantir atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nas casas de idosos, mesmo nas que não têm convênio, e implantar a internação domiciliar também pelo SUS.

De acordo com dados da OMS, em 2025 serão dois bilhões de pessoas com mais de 60 anos em todo o mundo. “E 80% estarão vivendo em países em desenvolvimento, como o Brasil”, diz a coordenadora. Segundo ela, o idoso tem impacto direto nas políticas sociais, como seguridade e saúde.

Em todo o mundo, e o Brasil não é exceção, as doenças cardiovasculares são as que mais causam a morte das pessoas acima de 60 anos. Em segundo lugar está o câncer, doença que atinge especialmente as pessoas idosas .

Ter hábitos saudáveis, não fumar e fazer exercícios regularmente são algumas recomendações feitas pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) para prevenir essa e qualquer outra doença.

A coordenadora do Programa do Idoso afirma que a vacinação contra gripe também é importante. “Em abril, começa a sexta campanha de vacinação do idoso”, lembra. Além das doses contra a gripe, o idoso poderá se prevenir contra tétano, difteria, febre amarela e pneumonia. A meta do governo é vacinar mais de 70% da população com mais de 60 anos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)